Portal Revista Opinião

Família de União procura por adolescente de 16 anos que desapareceu da casa do tio em Teresina

Matéria publicada em, 4 de agosto de 2020

Por Jayranne Melo

Uma família que mora na cidade de União, à 65 km da capital do Piauí, Teresina, busca desesperadamente pela adolescente Maria Gabriele Fernandes Viana, de 16 anos, que desapareceu desde a quinta-feira passada dia 30 de julho supostamente com o namorado (maior de idade) que não teve o nome identificado, que também é de União, segundo alega os parentes da menina.

Adolescente desaparecida Maria Gabriele

Em entrevista exclusiva à redação do Portal Revista Opinião,o pai, Francisco das Chagas, que é professor da rede municipal de ensino da cidade de União, relata que a adolescente tem um relacionamento com o rapaz há mais de 3 meses sem o consentimento e conhecimento da família e que  depois de um caso ocorrido há uns meses atrás, onde o namorado da adolescente chegou a pular a janela do seu quarto, a família decidiu então, mandar a moça para morar na casa de um tio na capital Teresina.

Na quinta-feira  passada dia 30 de julho, Lidriane Santos Fernandes, mãe da adolescente, soube de uma suposta fuga da menina com o namorado e logo se deslocou de União para Teresina onde a moça estava. Na parte da tarde por volta das 16hs, o namorado da adolescente chegou em uma moto na frente da residência  que a menina estava e fugiram, sendo que a moça estava somente com a roupa do corpo e descalça. A mãe então ficou desesperada na Rua, frente da casa gritando por sua filha.

Ainda de acordo com a família, ela não entrou mais em contato, no que motivou aos pais registrar um Boletim de Ocorrência junto à Polícia Civil para que haja a possibilidade de buscas à adolescente. Até o momento a única notícia que tiverem foi por populares que chegaram a ver o casal em uma casa de um bairro de Teresina na segunda-feira (03). Ainda não há notícia do paradeiro de Maria Gabriele.

Boletim de Ocorrência

Abrigar criança e adolescente sem autorização é crime e a pessoa que o pratica poderá ser responsabilizada penalmente. O adulto que abriga menor em casa sem autorização do responsável (pais) poderá responder pelos crimes de induzimento a fuga ou subtração de incapaz, previstos nos artigos 248 e 249 do Código Penal Brasileiro (CPB).

O artigo 248 do CPB prevê pena de detenção de um mês a um ano ou multa para quem “Induzir menor de dezoito anos, ou interdito, a fugir do lugar em que se acha por determinação de quem sobre ele exerce autoridade, em virtude de lei ou de ordem judicial; confiar a outrem sem ordem do pai, do tutor ou do curador algum menor de dezoito anos ou interdito, ou deixar, sem justa causa, de entregá-lo a quem legitimamente o reclame”.

O crime previsto no artigo 249, do CPB, “Subtrair menor de dezoito anos ou interdito ao poder de quem o tem sob sua guarda em virtude de lei ou de ordem judicial”, tem como pena detenção, de dois meses a dois anos, se o fato não constitui elemento de outro crime.

A mãe da adolescente está desesperada e pede para quem tiver notícias do paradeiro de sua filha entre em contato com a família ou com a Polícia. Se alguém tiver alguma informação que possa ajudar a localizá-la, entre em contato com o pai pelo número: (86) 9 9426-2580 ou entre em contato com a Polícia.

Maria Gabriele, 16 anos de idade


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO