Portal Revista Opinião

CRUELDADE: Cães agonizam até a morte em José de Freitas após comerem carne envenenada

Matéria publicada em, 1 de julho de 2021

Por Chagas Silva

Dois cães de estimação pertencentes ao casal de aposentados, dona Maria das Graças dos Anjos Silva, 68 anos idade e Eurípedes Coelho da Silva, 79, foram encontrados mortos na manhã desta quarta-feira, 30/06/2021, e segundo os donos do animais, os cachorros foram vítimas de envenenamento, fato que causou revolta na população.

Vejam os dois cachorros mortos após comerem carne envenenada

O fato ocorreu na Rua Benedito Avelino, bairro Cidade Nova em José de Freitas-PI. A reportagem do Revista Opinião, esteve no local e conversou com os donos dos cães. A Senhora Maria dos Anjos, informou que encontrou seus cachorros já sem vida, sendo que um de nome chocolate estava morto dentro de um banheiro no fundo do quintal, já o outro animal de nome Pitucha estava estirado no chão também sem vida próximo a porta principal de entrada da residência.

Residência onde aconteceu a morte dos cães, Bairro Cidade Nova em José de Freitas

O Senhor Eurípedes Coelho, contou que sua residência é toda cercada com muro e grades, e seus cachorros passavam o dia na corrente e eram soltos somente a noite para proteger o local. Uma sacola com carne possivelmente envenenada foi encontrada ao lado do corpo de um dos animais, o jovem João Gabriel, acredita que os dois cães comeram a carne e morreram momentos depois, outros dois cães escaparam porque estava na corrente e não tiveram acesso a carne envenenada.

Dona Maria e o Sr. Eurípedes Coelho da Silva

João Gabriel, contou para nossa reportagem que foi duas vezes na delegacia de polícia civil local, porém não conseguiu registrar o boletim, por conta que o sistema estava fora do ar. A família quer que seja instaurado um inquérito policial para investigar, descobrir e punir o culpado pela morte dos cães. Na redes sociais muita gente demonstrou revolta com as morte dos animais.

Com o objetivo de frear os maus-tratos contra animais, o Presidente Jair Bolsonaro sancionou no dia 29 de Setembro de 2020 a Lei 1.095/2019, que aumenta a punição para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais. Conforme a nova legislação, a pena vai de dois a cinco anos de prisão, além de multa e a proibição de guarda de novos bichos.


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO