Portal Revista Opinião

Bancários do Piauí decidem entrar em greve a partir do dia 27

Matéria publicada em, 23 de setembro de 2011

Centenas de bancários reunidos ontem na sede do Sindicato dos Bancários do Estado do Piauí durante assembleia decidiram pela greve geral a partir de terça-feira, dia 27 de setembro. A maioria dos bancários presentes votou pela greve, houve apenas um voto contra e quatro abstenções.

Bancários do Piauí decidindo entrar em greve em assembleia geral

Depois de discursarem, vários bancários presentes na assembleia pediram a palavra e depois, houve a votação. Um deles foi Luis Alves, da agência do Banco do Brasil de José de Freitas (PI). Em sua fala, ele incitou a assembleia a lutar pelo direito de descanso de 15min sem reposição na jornada de trabalho de 6 horas diárias. O art. 71 da CLT em seu § 1º assegura este direito e o Banco do Brasil não cumpre.

“Temos mais uma reunião em São Paulo amanhã (23), mas dificilmente haverá outra proposta. Na segunda, temos mais uma assembleia para decidir agora como será nosso movimento grevista. Mas, o mais importante é que dissemos não a essa proposta dos banqueiros”, disse José Ulisses, presidente do Sindicato dos Bancários do Estado do Piauí.

A proposta dos patrões inclui reajuste de 7,8% sobre os salários e as demais verbas (vale-refeição, cesta-alimentação, auxílio creche/babá, dentre outras), o que equivale a apenas 0,37% de aumento acima da inflação medida pelo INPC do período. Os bancários reivindicam reajuste de 12,8% no salário (inflação do período mais aumento real de 5%) e R$ 545 para cada uma dessas verbas. Em 2010, os bancários realizaram a maior greve da categoria nos últimos 20 anos, com duração de 15 dias e adesão recorde tanto em bancos públicos quanto privados.

Da Redação                                          Fonte: bancariospi.org.br


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO