Portal Revista Opinião
Orto Estetica

Atleta freitense busca patrocínio para participar de campeonato de Jiu-Jitsu nos Estados Unidos

Matéria publicada em, 26 de maio de 2022

Natural de José de Freitas – Piauí, com 31 anos de idade, Genilson Ferreira Cardoso, o Genilson Jacaré, faixa preta de Jiu-Jitsu e atleta do Projeto Social QG da Luta, começou nos tatames em 2008, foi crescendo no esporte e hoje já conta com importantes conquistas na carreira. Esse é o nome que irá representar o Piauí no próximo campeonato Mundial Master de Jiu-Jitsu , em Las Vegas, nos Estados Unidos.

A maior dificuldade para o atleta é conseguir patrocínio. Sua viagem para o EUA está agendada para dia 07 de junho/2022. Para custear suas despesas no exterior, Jacaré está fazendo bingo, seminário, rifas para levantar recursos para que possam se manter no país até o campeonato. Alguns eventos serão realizados em José de Freitas para agariar recursos para o competidor freitense, no próximo sábado, 28 de maio, haverá um bingo de um carneiro na barraca do Juarez na Barragem do Bezerro, cartela apenas R$ 10, 00 reais. Interessados falar com Shisley Sariava no zap (86) 98123-7818.

O campeonato acontece em setembro, mas o atleta está indo três meses antes para se preparar para a competição. Ele precisa ter toda uma preparação, como se adaptar ao clima americano, treinos, alimentação, ser acompanhado por profissionais, além de outras preocupações antes da competição.

O atleta explica que precisa levantar inicialmente o valor inicial em torno de 15 mil reais para conseguir se manter no exterior, e desabafa que a falta de apoio no esporte é tão escassa. “Minha maior dificuldade está sendo levantar esse valor que não é nada fácil, principalmente quando o esporte não é valorizado no Brasil e muito menos no meu estado (Piauí) passamos despercebido diante dos olhos de quem deveriam zelar pelo esporte, porque o esporte salva e vem salvando muitas vidas, transformando pessoas em cidadãos e em algumas situações vivendo do esporte, alguns aqui no Brasil e outro fora, onde somos mais valorizados”., disse.

Ele destaca que na sua primeira ida ao EUA no mundial na Califórnia, não teve muita preparação, mas dessa vez está colocando toda sua disciplina, determinação, foco e muita paixão pelo esporte e a meta é trazer a medalha de campeão. Genilson segue uma rotina de treino de quatro vezes na semana, com malhação três vezes na semana. A alimentação regrada, embora não tenha um acompanhamento com nutricionista, ele procura seguir uma dieta balanceada.

FONTE: PORTAL MELCAJUÍNA


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO