Portal Revista Opinião

Vettel voa na China, arrasa rivais e faz sua terceira pole na temporada 2011

Matéria publicada em, 16 de abril de 2011

Pole pela terceira vez no ano, Vettel comemora a conquista ao lado do chefe Christian Horner (Foto: Reuters)


O domínio anunciado nos três treinos livres para o GP da China foi confirmado com muita folga na sessão classificatória disputada neste sábado em Xangai. Quase sem fazer força, Sebastian Vettel voou no circuito, marcou o incrível tempo de 1m33s706 e assegurou sua terceira pole na temporada 2011 da Fórmula 1. O alemão da RBR confirmou a supremacia da equipe austríaca e colocou 715 milésimos de vantagem sobre Jenson Button, da McLaren, o segundo. Lewis Hamilton, companheiro do inglês, completou a lista dos três primeiros colocados no grid de largada.

 

 

 

Felipe Massa foi mais uma vez o melhor brasileiro do treino classificatório. O brasileiro marcou o sexto tempo, apenas uma posição e 26 milésimos atrás de Fernando Alonso, seu companheiro na Ferrari. Ele e o espanhol, aliás, estiveram no meio de uma polêmica no fim de semana. Tudo porque apenas o bicampeão do mundo recebeu uma nova asa dianteira desenvolvida às pressas pela equipe italiana. Entretanto, a peça não mostrou tanta eficiência assim na pista e Alonso sequer a usou na sessão decisiva.

A dupla da Ferrari ficou atrás do alemão Nico Rosberg, da Mercedes, que superou o companheiro Michael Schumacher com boa folga e vai largar na quarta posição neste domingo. O GP da China será na madrugada deste domingo, às 4h (de Brasília).

Rubens Barrichello, da Williams, não passou mais uma vez da segunda parte do treino classificatório e sai apenas em 15º pela segunda corrida seguida. Após sair do carro, o brasileiro reclamou do comportamento de Adrian Sutil, da Force India, nos últimos minutos do Q2. Ele acusou o alemão de ter atrapalhado seus rivais de forma deliberada no momento decisivo.

Além da terceira pole em três provas na temporada 2011 e da quarta seguida, Vettel chegou a um número importante em Xangai. É a 18ª vez que o alemão larga em primeiro em uma corrida na Fórmula 1, empatando com Hamilton no ranking. Entre os pilotos que estão em atividade, o piloto da RBR só é superado por Michael Schumacher e Fernando Alonso. De quebra, ele ainda viu o companheiro Mark Webber ter problemas no início do treino e conseguir apenas o 18º tempo.

Confira o grid de largada para o GP da China:
1 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – 1m33s706
2 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m34s421
3 – Lewis Hamilton (ING/McLaren-Mercedes) – 1m34s463
4 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1m34s670
5 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1m35s119
6 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – 1m35s145
7 – Jaime Alguersuari (ESP/STR-Ferrari) – 1m36s158
8 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – 1m36s190
9 – Sebastien Buemi (SUI/STR-Ferrari) – 1m36s203
10 – Vitaly Petrov (RUS/Renault-Lotus) – sem tempo

Eliminados na segunda parte do treino classificatório:
11 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – 1m35s874
12 – Sergio Perez (MEX/Sauber-Ferrari) – 1m36s053
13 – Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari) – 1m36s236
14 – Michael Schumacher (ALE/Mercedes) – 1m36s457
15 – Rubens Barrichello (BRA/Williams-Cosworth) – 1m36s465
16 – Nick Heidfeld (ALE/Renault-Lotus) – 1m36s611
17 – Pastor Maldonado (VEN/Williams-Cosworth) – 1m36s956

Eliminados na primeira parte do treino classificatório:
18 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – 1m36s468
19 – Heikki Kovalainen (FIN/Lotus-Renault) – 1m37s894
20 – Jarno Trulli (ITA/Lotus-Renault) – 1m38s318
22 – Jerome D’Ambrosio (BEL/MVR-Cosworth) – 1m39s119
21 – Timo Glock (ALE/MVR-Cosworth) – 1m39s708
23 – Vitantonio Liuzzi (ITA/Hispania-Cosworth) – 1m40s212
24 – Narain Karthikeyan (IND/Hispania-Cosworth) – 1m40s445

Fonte: g1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO