Portal Revista Opinião

Veja os bancos que cobram as maiores taxas de juros

Matéria publicada em, 15 de abril de 2011

Segundo pesquisa do Procon-SP, os juros para empréstimo pessoal subiram para 5,49% ao mês, maior nível desde junho de 2009. Para o cheque especial, a taxa de juros média chegou a 9,35%, maior nível desde junho de 2003.

As taxas médias de juros para empréstimo pessoal subiram em abril em quatro dos sete bancos avaliados pela Fundação Procon de São Paulo (Procon-SP), enquanto as taxas de cheque especial subiram em três. Os dados fazem parte de pesquisa divulgada hoje pela entidade. A taxa média de juros do empréstimo pessoal subiu de 5,42% ao mês em março para 5,49% ao mês em abril (alta de 0,07 ponto porcentual). Com o avanço, a taxa alcançou o maior nível desde junho de 2009, quando registrava 5,52% ao mês.

De acordo com a pesquisa, foram verificadas altas nas taxas de empréstimo pessoal do Banco do Brasil (de 5,28% para 5,48% ao mês), da Caixa Econômica Federal (de 4,78% para 4,95% ao mês), do Itaú (de 6,30% para 6,38% ao mês) e do Bradesco (de 6,04% para 6,08% ao mês). Os demais bancos não mudaram suas taxas de empréstimo pessoal. A pesquisa também mostra que, no período analisado, a menor taxa foi verificada no HSBC (4,5% ao mês), enquanto a maior taxa foi a do Itaú (6,38% ao mês).

Taxa de juros de empréstimo pessoal
Instituição Taxa média mensal
Itaú 6,38%
Bradesco 6,08%
Santander 5,63%
Banco do Brasil 5,48%
Safra 5,40%
Caixa 4,95%
HSBC 4,50%

Taxa Média ao Mês – 5,49%
Taxa Equivalente ao Ano – 89,87%
Fonte: Procon-SP

Já a taxa média de juros do cheque especial passou de 9,31% ao mês em março para 9,35% ao mês em abril (alta de 0,04 ponto porcentual). Esta é a maior taxa desde junho de 2003, quando o valor era de 9,43%, segundo o levantamento.

Dos sete bancos analisados pelo Procon-SP, houve aumento na taxas do cheque especial do Banco do Brasil (de 8,15% para 8,27% ao mês), do Itaú (de 8,85% para 8,96% ao mês) e do Bradesco (de 8,79% para 8,83% ao mês). Os demais bancos não mudaram suas taxas no período. A menor taxa foi encontrada na Caixa Econômica Federal (7,31% ao mês) e a maior, no Safra (12,3% ao mês).

Taxa de juros de cheque especial
Instituição Taxa média mensal
Safra 12,30%
Santander 9,96%
HSBC 9,80%
Itaú 8,96%
Bradesco 8,83%
Banco do Brasil 8,27%
CEF 7,31%
Taxa Média/Mês 9,35%
Taxa Equivalente ao Ano – 192,21%
Fonte: Procon-SP

Análise

A pesquisa relaciona a escalada das taxas de juros à medidas adotadas pelo Banco Central (BC) para combater a inflação, como o aumento da Selic (a taxa básica de juros da economia). O Procon-SP também cita o forte crescimento econômico do País, induzido pelo crescimento da massa salarial e pelo baixo nível de desemprego, que tem elevado os preços dos serviços. A entidade lembra que esses fatores refletem no mercado financeiro, com impacto sobre as taxas de juros.

O Procon-SP ainda observa que essa alta nas taxas “parece não ter afetado as decisões de consumo e a consequente demanda por crédito”, já que tem crescido a “busca por linhas mais caras, como cheque especial e cartão de crédito.” Por fim, o Procon-SP alerta o consumidor sobre a alta das taxas de juros e diz que “empréstimos só devem ser tomados em caso de necessidade”.

Fonte: Agência Estado


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO