UFPI terá novo Curso de Graduação: Bacharelado em Ciência Política

Matéria publicada em, 4 de março de 2011

A partir desse ano a Universidade Federal do Piauí contará com mais uma graduação na sua lista de cursos. O projeto pedagógico do curso de Bacharelado em Ciência Política foi aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CEPEX em novembro do ano passado para o campus Petrônio Portela, em Teresina. A nova opção de graduação já será oferecida no vestibular 2011 da instituição, estando disponível no turno da noite e com uma duração mínima de quatro anos.

O curso terá como princípio criar competência técnico-científica sobre o conhecimento das relações políticas no âmbito regional, estadual e nacional. A necessidade de profissionais mais qualificados para a atuação na área resulta de novas demandas das esferas públicas, privadas por serviços especializados. Assim, organizações como sindicatos, partidos políticos, ONG’s, além de Fundações e Institutos de Pesquisa vêm tendo a necessidade de profissionais com essa formação, já que a atividade política vem se complexificando e ampliando suas exigências.

A graduação em Ciência Política visa proporcionar à sociedade piauiense mais uma alternativa de curso de graduação e, portanto, de qualificação profissional de nível superior. “A formação que tem sido dada até o momento, na área, não tem contemplado as necessidades de qualificação teórico-metodológica, capaz de abarcar os novos desafios colocados pela sociedade à Universidade, como a área de consultoria, o que justifica a implantação do bacharelado em Ciência Política. Dessa forma, esse curso procura atender as novas demandas impostas pela dinâmica social” afirma o Professor Drº Cléber de Deus.

O Projeto foi elaborado pelos docentes: Profª Drª Ana Beatriz Martins dos Santos Seraine, Prof Dr Cleber de Deus Pereira da Silva, Prof Dr Nelson Juliano Cardoso Matos, Prof Dr Raimundo Batista dos Santos Júnior. Recentemente, foram admitidos quatro professores na área, três com doutorado e um com mestrado, além de o departamento já possuir em seu quadro um doutor e mais dois mestres. Há ainda um professor doutor em Ciência Política lotado no departamento de Economia. No total, são oito professores com formação específica que poderão, inicialmente, compor o corpo docente do curso.

Com a criação do curso de Ciência Política na UFPI, a região Nordeste contará com dois cursos na área, contando com o da Universidade Federal do Pernambuco – UFPE, e participará ativamente no processo de ampliação e consolidação na área no Brasil.

Atualmente a UFPI vem passando por um processo de criação de cursos de graduação, visando atender às demandas impostas pela sociedade piauiense, como, por exemplo, os cursos de Arqueologia e Conservação de Arte Rupestre, Estatística, Moda, Engenharia de Pesca, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Produção.

Fonte: ufpi.br


Revista Opinião