Portal Revista Opinião

“UESPI pode não realizar vestibular este ano por falta de recursos”, afirma reitor

Matéria publicada em, 10 de setembro de 2011

Em entrevista a portais de noticias, o reitor da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), Carlos Alberto, afirmou que existe a possibilidade de não haver vestibular este ano por falta de recursos.

De acordo com o reitor, o vestibular é auto-sustentável, pois as taxas cobradas para a sua realização cobrem boa parte dos custos. O principal problema é que neste ano, a Uespi é a única a não participar do Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM).

Reitor da UESPI, Carlos Alberto

“Sendo a única universidade sem o Enem, a procura deve aumentar o que vai ocasionar o aumento das taxas, mesmo assim não deve cobrir os gastos. Isso acontece porque foi aprovada uma lei de isenções, que não diz quem vai cobrir com os gastos”, afirmou o reitor.

Segundo o reitor, no ano de 2010 foram arrecadados mais de R$ 1,5 milhão com as taxas, mas gastaram R$ 1,6 milhão. Com o aumento de participantes, os gastos devem ser maiores já que o número de isenções para estudantes de escolas públicas, cotistas, entre outros, também deve aumentar.

“Na próxima semana o Conselho da Uespi irá se reunir para saber se vai ou não ter o vestibular. Somente após a reunião será decidido o futuro do nosso vestibular.”, disse Carlos Alberto.

A instituição já tem o edital preparado, mas só o conselho decidirá sobre o vestibular. O número de vagas para o vestibular também será um dos pontos a ser discutidos, pois a Universidade não teria recursos para manter as vagas do último vestibular.

Fonte: Gp1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO