Portal Revista Opinião

TCE-PI promove Seminário de Formação de Controladores Sociais e Ouvidoria Itinerante

Matéria publicada em, 7 de março de 2016

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) promove a partir desta terça-feira (8) o XXVI Seminário de Formação de Controladores Sociais e Ouvidoria Itinerante. O evento se estende até quinta-feira, dia 10, e é destinado a prefeitos, vereadores, secretários e conselheiros municipais, representantes de entidades da sociedade civil e profissionais liberais. A programação inclui palestras sobre práticas eleitorais, noções de boa governança e cidadania e controle social das administrações públicas, além de minicursos sobre prestação de contas, licitação e execução de obras públicas.

Imagem: reprodução

Imagem: reprodução

O seminário é realizado pela Escola de Gestão e Controle (EGC) do TCE-PI. As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas no site do TCE (www.tce.pi.gov.br). A abertura será às 8 horas desta terça. O diretor da Escola de Gestão e Controle, conselheiro substituto Delano Câmara, diz que o seminário objetiva qualificar gestores e capacitar os participantes para o acompanhamento e fiscalização das administrações públicas. “Esses eventos são também uma forma de o tribunal se aproximar e se abrir para a sociedade, de forma a facilitar o acesso do cidadão ao órgão”, destaca ele.

Além do evento em Teresina, o TCE-PI promoverá seminários de formação de gestores este ano em Pio IX, Castelo do Piauí, União, Picos, São Raimundo Nonato, Paulistana e Oeiras. Em 2015, foram capacitados quase três mil pessoas, entre gestores, profissionais liberais, servidores e cidadãos em geral, em seis edições do evento, informa o coordenador de seminários da EGC, Francisco Mendes. O presidente do TCE-PI, conselheiro Luciano Nunes, disse que esses seminários permitem ao Tribunal cumprir sua missão de formar e qualificar os gestores públicos para melhorar a gestão, além de fornecer instrumentos para o controle social das administrações públicas.

Para ele, o gestor público precisa se qualificar para aperfeiçoar e melhorar a gestão pública, porque o cidadão está cada vez mais consciente da importância do seu papel de fiscalizar a administração pública e de denunciar eventuais abusos, crimes e desvios. “Esses seminários, além de qualificar o gestor para a gestão responsável e eficiente, fornece à sociedade os elementos para que possa exercer com mais eficácia o controle social da gestão pública, que é importante para todos”, observa ele.

Fonte: TCE-PI


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO