Sub-comandante do 16º BPM de José de Freitas participa do I Curso de polícia Judiciária militar do Piauí

Matéria publicada em, 9 de agosto de 2018

Chagas Silva Repórter Para o Revista Opinião

O Subcomandante do 16° Batalhão da polícia militar de José de Freitas, Capitão Carrias, é um dos participantes do I Curso de Polícia Judiciária Militar do Piauí, que inciou na tarde última segunda-feira, 6, com aula magna no auditório da OAB,  com o tema “novas perspectivas do direito militar: sistemas de polícia judiciária militar”.

Sub-comandante do 16° BPM de José de Freitas está participando do curso

O presente curso surgiu da ação integrada entre a Polícia Militar do Piauí, a Secretária de Segurança Pública, a Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Piauí e a Universidade Estadual. Com duração de 208 horas e 37 participantes, sendo 35 da Polícia Militar e 02 do Exército Brasileiro, o curso objetiva capacitar, qualificar e habilitar os profissionais que atuam com atribuições de Policia Judiciária, atualizando e aperfeiçoando seus conhecimentos conforme a legislação militar vigente.

A palestra de abertura foi ministrada pelo Dr. Ronaldo João Roth, Juiz de Direito da 1ª Auditoria da Justiça Militar do Estado de São Paulo, que versou sobre o sistema de Polícia Judiciária Militar adotado no Brasil, esclarecendo que existem nas Polícias e Bombeiros Militares oficiais habilitados para exercerem a função de delegado de polícia judiciária militar, que serão aqueles que vão investigar, reprimir e elucidar os crimes militares e tratou também dos novos crimes que são temática da Lei 13.491/17 que ampliaram o conjunto de crimes militares.

O evento foi presidido pelo Comandante Geral da Polícia Militar do Piauí, Coronel Lindomar Castilho Melo, e contou com as presenças do Secretário de Segurança Pública do Piauí, Coronel Rubens da Silva Pereira, do Exército Brasileiro, Coronel Alerrandro, Comandante do 2º BEC, do Vice-presidente da OAB, Secção Piauí, Dr. Lucas Vila, de oficiais e praças da PMPI, advogados, promotores, juízes, Polícia Rodoviária Federal e Guarda Municipal.

Em seguida, ocorreu um debate entre o palestrante, o Tenente-coronel Jorge, representado a PMPI e o Dr. Roberto Freitas Filho, Defensor Público da 9ª Vara Criminal e concluído com respostas do Dr. Ronaldo Roth a questões dos participantes do encontro.

O corregedor da Polícia Militar do Piauí, Tenente-coronel Costa Lima, avalia como importante a realização do curso, no sentido de qualificar melhor os oficiais da Corporação, advindos de batalhões de todas as regiões do Estado, na execução da função de polícia judiciária, em que instauram inquéritos policiais militares, que apura crimes militares, e sindicâncias, que apura infrações, além procedimentos administrativos disciplinares.

DCOM/PMPI


Revista Opinião