Servidores municipais entram em greve por tempo indeterminado em José de Freitas

Matéria publicada em, 12 de novembro de 2013

Reivindicando vários direitos não garantidos pela administração municipal, segundo alega o sindicato dos servidores municipais, mais de cem servidores efetivos da prefeitura municipal de José de Freitas, entre vigias, zeladores, professores e demais cargos, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado na cidade.

Segundo o sindicato, a greve é por tempo indetermindao
Segundo o sindicato, a greve é por tempo indeterminado

Na manhã desta segunda-feira (11/11), os funcionários saíram da sede do SISMUJOF rumo à prefeitura fazendo suas reivindicações pelas ruas da cidade. Em protesto pacífico, os servidores entraram no salão nobre da prefeitura e depois terminaram os protestos na praça central da cidade. Vários servidores usaram o microfone para mostrar  sua indignação com a administração municipal. A greve é por tempo indeterminado, e segundo a presidente do sindicato, professora Maria das Graças Cruz, o sindicato está aguardando o chamamento do prefeito para  negociar as reivindicações.

2

A paralisação atinge todas as categorias de servidores, que lutam pelo cumprimento de várias pautas, entre elas, o cumprimento do piso salarial do magistério e o plano de cargos e carreira dos servidores administrativos. Veja as revindicações dos servidores:

3

De acordo com o sindicato, a adesão dos servidores efetivos nas escolas foi de quase cem por cento, e apenas os servidores bolsistas ou serviços prestados trabalharam normalmente nas escolas municipais.

Da Redação


Revista Opinião