Portal Revista Opinião

Servidores da UFPI deflagram greve por tempo indeterminado

Matéria publicada em, 21 de março de 2014

Cerca de 1.500 trabalhadores técnico-administrativos da Universidade Federal do Piauí (UFPI) decidiram nesta quinta-feira (20) deflagrar greve por tempo indeterminado. De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da UFPI (Sintufpi), Justino Figueiredo, a paralisação atinge os cinco campi da instituição, além de 23 das 56 universidades federais de todo o país.

Assembleia decide greve por tempo indeterminado na UFPI

Assembleia decide greve por tempo indeterminado na UFPI

“Decidimos entrar em greve após não termos as principais reivindicações atendidas, desde a última paralisação em 2011. Nossa luta é com relação ao reajuste salarial. Ganhamos o menor piso do serviço público federal”, destacou.

Para o presidente do Sintufpi, a categoria também pretende ter turnos contínuos com jornada de 30 horas sem redução salarial, regularização dos tercerizados, melhoria da carreira e reposicionamento dos servidores aposentados, que segundo ele, tiveram os seus salários reduzidos.

Justino Figueiredo revelou que a reitoria da UFPI solicitou uma reunião de emergência nesta sexta-feira (21) para tratar sobre quais serviços da instituição serão parados. A partir desta quinta, a segurança da universidade já funcionará com 30% dos funcionários. Restaurante Universitário e biblioteca podem ser fechados durante o movimento. Outras assembleias também estão previstas entre a categoria.

Fonte: G1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO