Portal Revista Opinião

Servidores da Prefeitura de Teresina decidem deflagrar greve por tempo indeterminado

Matéria publicada em, 28 de abril de 2011

O Sindicato dos Servidores Municipais da Prefeitura de Teresina – SINDSERM, reunido hoje pela manhã, em Assembleia Geral com seus filiados, decidiu por maioria absoluta deflagrar greve por tempo indeterminado. Isso depois de ter feito duas paralisações, entregue as pautas de reivindicações aos vereadores e ter se reunido com o prefeito ontem (27).

Protestos de servidores em frente à prefeitura de Teresina

O Sindicato alega que, apesar da busca pelo diálogo, não foi apresentado nenhuma proposta por parte do prefeito, mostrando um verdadeiro descaso para com a categoria. Por esse motivo, uma multidão de servidores, principalmente da educação e da saúde municipal, compareceu à Praça da Bandeira e, de lá saíram em caminhada parando em frente à prefeitura, seguindo pelas ruas do centro até a Praça da Liberdade.

Servidores durante assembleia geral

“O que mais revolta a categoria é que parece que a imprensa piauiense é comprada pela PMT, pois nenhum canal aberto, apesar dos avisos e ligações, compareceu ao evento. Apenas a TV GAZETA, um canal fechado, fez uma pequena cobertura”, desabafou Márcio Melo, professor da rede pública municipal de Teresina.

Protestos dos servidores

As reivindicações do SINDSERM são:

1.      Regulamentação da mudança de nível;

2.      Ampliação do horário pedagógico para 40%;

3.      Vinculação da G.I.D. ao vencimento;

4.      Afastamento com remuneração integral para mestrado e doutorado;

5.      Revisão dos descontos do PLAMTE;

6.      Garantia de ter consultas e exames, uma vez que paga-se um plano de saúde, mas não se tem vaga quando se precisa.

A prefeitura ainda não se pronunciou sobre o assunto, até o momento.

Da Redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO