Semana Santa começa com Procissão e Missa de Ramos na Paróquia do Rosário

Matéria publicada em, 24 de março de 2013

Hoje (24), Domingo de Ramos, inicia-se a Semana Santa com a Celebração da Missa de Ramos, que, para os cristãos, acontece no domingo antes da Páscoa. A festa comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, um evento da vida de Jesus mencionado nos quatro evangelhos canônicos (Marcos 11:1, Mateus 21:1-11, Lucas 19:28-44 e João 12:12-19).

Missa de Ramos
Missa de Ramos

Neste domingo, a Paróquia de N. S. do Rosário iniciou sua programação da Semana Santa, com a Celebração da Missa de Ramos pela manhã, dirigida por Padre Alves com a participação do seminarista Rafael Gomes, que fez a homilia da Palavra de Deus para mais de mil fieis que se fizeram presentes na Procissão, terminado com a Santa Missa na igreja do Rosário.

Fieis lotam igreja do Rosário
Fieis lotam igreja do Rosário

Veja a Programação da Paróquia de N. S. do Rosário para esta Semana Santa:

24.03.13 – Domingo de Ramos: 

7h30 – Procissão de Ramos saindo da Escola Odilon Freitas, na av. Fausto Gaioso até a igreja do Rosário;

8h30 – 1ª Missa de Ramos;

19h30 – 2ª Missa de Ramos;

 

27.03.13 – Quarta-Feira Santa: 

9h00 – Missa dos Idosos;

 

Tríduo Pascal 

28.03.13 – Quinta-Feira Santa: 

19h30 – Missa da ceia do Senhor ( Missa do Lava Pés)

29.03.13 – Sexta-Feira Santa: 

15h00 – Celebração da Paixão do Senhor (Paixão de Cristo)

30.03.13 – Sábado de Aleluia:

19h30 – Celebração da Vigília Pascal

 

Domingo de Páscoa – 31.03.13: 

Missa às 8h00 e às 19h30

 

O sentido da Semana Santa 

Iniciamos mais uma Semana Santa com a entrada triunfal de Jesus na cidade de Jerusalém. Aí começa uma nova fase na história do povo de Israel, quando todos se voltam para a cena da paixão, morte na cruz e ressurreição de Jesus Cristo.

A Semana Santa deve ser um tempo de recolhimento, de interiorização e de abertura do coração e da mente para o Deus da vida. Significa fazer uma parada para reflexão e reconstrução espiritualidade, essencial para o equilíbrio emocional e segurança no caminho natural da história de vida, com mais objetividade e firmeza.

Na Semana Santa devemos associar ao sofrimento de Cristo o mesmo que acontece com tantas famílias e pessoas violentadas em nossos tempos. Podemos dizer da violência armada, dos trágicos acidentes de trânsito, das doenças que causam morte, do surto da dengue, dos vícios que ceifam muita gente etc. Jesus foi açoitado, esbofeteado, teve a barba arrancada, foi insultado e cuspido.

O detalhe principal é que nenhum sofrimento fez Jesus desistir de sua missão e nem ter atitude de vingança. Ele deixou claro que o perdão é mais forte do que a vingança. Devemos aprender com ele e olhar a vida de forma positiva, sabendo que seu destino é projetado para a eternidade em Deus.

Da Redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO