Segurança do governador WD morre em tentativa de assalto em Teresina

Matéria publicada em, 8 de fevereiro de 2015

Francisco era segurança do governador há 10 anos
Francisco era segurança do governador há 10 anos

O soldado Francisco das Chagas Nunes, 43 anos, morreu na noite de sexta-feira (6) atingido por dois tiros em uma tentativa de assalto. Segundo a assessoria do governador Wellington Dias, o homem é policial militar e trabalhava há 10 anos como segurança da família de Wellington. De acordo com a polícia, Francisco foi morto ao reagir a uma tentativa de assalto enquanto acompanhava o filho do governador, Vinícius Dias, a um culto na Rua Raimundo Portela, Bairro Ininga, Zona Leste de Teresina. Um dos quatro suspeitos foi preso ainda na sexta-feira.

O delegado Francisco Costa Barêta, titular da delegacia de homicídios de Teresina, informou que Vinícius e mais algumas pessoas haviam acabado de chegar à residência de um amigo, na Rua Raimundo Portela, quando foram abordados por dois homens, um deles armado. Outros dois suspeitos davam apoio em um veículo.

Francisco dirigia o veículo e também já estava fora do carro quando reagiu e houve troca de tiros entre ele um dos suspeitos. Francisco foi atingido nas costas e acertou um dos assaltantes no braço. Populares tentaram reanimar o PM, mas ele morreu no local.

“Os assaltantes estavam observando e aguardando alguém passar pela área, porque a rua é isolada. Quando viram o grupo descendo do carro, os dois se aproximaram e somente bem próximo ao veículo anunciaram o assalto”, disse o delegado. Segundo ele, os quatro suspeitos já são conhecidos pela polícia e costumam realizar assaltos na Zona Leste de Teresina.

Movimentação na Rua Raimundo Portela na noite de sexta-feira (6)
Movimentação na Rua Raimundo Portela na noite de sexta-feira (6)

O homem que foi baleado fugiu para o bairro Dirceu Arcoverde, Zona Sudeste da capital. Ele foi detido pela polícia e encaminhado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT) onde passou por cirurgia. Segundo Barêtta, assim que sair do hospital, será encaminhado à Central de Flagrantes de Teresina.

O delegado disse ainda que a polícia está em busca dos três foragidos desde a noite de sexta e todos já foram identificados. Homens do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) também estão à procura dos suspeitos. Segundo ele, o trio deve ser preso ainda neste final de semana.

Fonte: G1


Revista Opinião