Revista Opinião presta homenagem à José de Freitas pelos seus 140 anos de emancipação política

Matéria publicada em, 7 de abril de 2018

O Portal Revista Opinião, um dos mais bem conceituados da região norte do Estado do Piauí, com sede no Município de José de Freitas, vem nesta data especial em que a cidade comemora mais um ano de sua emancipação política, (140 anos) e faz sua homenagem e conta aos leitores um pouco de sua historia.

O Município compreende  uma área 1.538.205Km2 e uma população de 37.095, baseado no ultimo senso do IBGE/2010, altitude de 138m, clima tropical úmido.

O Município  de José de Freitas nasceu da fazenda de gado chamada Boa Esperança. No dia 23 de março de 1877, através da Lei  945, a fazenda Boa Esperança recebeu o nome de Vila do Livramento. O ato solene só ocorreu em 7 de abril de 1878.

Alguns anos depois, pelo Decreto nº 1.186, de 18 de março de 1931, por meio do cidadão Joaquim Lemos Cunha – oficial do Exército, designado interventor provisório do Piauí -, a Vila do Livramento passou a ser cidade, recebendo o nome de José de Freitas.

Além disso, a cidade, de maneira similar a quase todas as sociedades do mundo, também possui um mito de origem. O mito conta que José de Freitas nasceu após um episódio sangrento ocorrido ali próximo na época da independência, dessa forma, supõe-se que este refere-se à Batalha do Jenipapo.

Em sua história um soldado piauiense chamado Ricardo Nogueira Albino, ferido em combate contra as tropas de Fidié, teria fugido para as redondezas e, antes de sua morte, teria dito que ali deveria ser fundada uma nova cidade, longe da guerra e da violência e que ali só a paz e solidariedade seriam cultivados. Esse mito ainda é muito presente na cultura dos habitantes de José de Freitas.

POR CORONEL PINHEIRO e ARYMATHÉA FERREIRA


Revista Opinião