Restos mortais de feto humano é encontrado em José de Freitas após ser devorado por urubus e outros animais

Matéria publicada em, 30 de agosto de 2018

Chagas Silva Para o Revista Opinião

Por volta das 09 da manhã desta quinta-feira, 30 de Agosto, uma guarnição do 16° BPM, composta pelo Capitão Pedro, Sgt Miguel, Cb Ramylson e SD Rodrigues atenderam uma ocorrência após um trabalhador rural encontrar os restos mortais de um possível feto humano, fato ocorrido em um matagal na localidade Açaí, região da barragem do bezerro em José de Freitas.

Policias militares que estiveram no local informaram que realmente se tratava de um feto humano de aproximadamente 06 meses de gestação ou mais, do sexo feminino. Quando a polícia chegou ao local, se deparou com os restos mortais, já totalmente devorados por urubus e outros animais.

No local foram encontrados vestígios de um provável aborto, como roupas ensanguentadas, cartelas de comprimidos, absorventes feminino usados, sacolas plásticas com manchas de sangue. O local é de difícil acesso e usado para prostituição e outras práticas ilícitas, informou Major Valter do 16º BPM.

O conselheiro tutelar Coronel Pinheiro, lotado em José de Freitas, esteve no local, e afirmou caso for encontrada a responsável, a mesma irá ser indiciada por homicídio doloso ou culposo, e irá responder na Justiça pelo crime de infanticídio ou homicídio. A polícia civil da delegacia de José de Freitas, foi acionada e se encarregou das providências legais perante a lei.

Coronel Pinheiro do Conselho Tutelar de José de Freitas

Fotos; Chagas Silva 


Revista Opinião