Recém-nascido é encontrado morto em banheiro do Hospital N. S. do Livramento. Polícia investiga o caso

Matéria publicada em, 15 de novembro de 2013

A Polícia Civil, através do delegado Valter Junior, titular da 17ª delegacia de polícia em José de Freitas, instaurou inquérito para apurar um suposto caso de aborto ocorrido dentro do Hospital Municipal N. S. do Livramento, na cidade de José de Freitas. Amostras de sangue e urina da mãe foram colhidas e levadas para exames em Teresina. O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira, 14 de novembro de 2013.

Delegado Valter Junior e policiais chegando ao hospital
Delegado Valter Junior e policiais chegando ao hospital

Segundo a polícia, a mãe investigada, uma jovem de apenas 21 anos de idade, de nome Maria do Livramento, que é residente do Bairro Ipiranga, nesta cidade, teria dado entrada naquele hospital na noite de quarta (13), com fortes dores abdominais. O médico que a atendera receitou-lhe um analgésico e a liberou em seguida.

Coordenador Gilson Ferreira levando as amostras de sangue e urina da jovem que supostamente teria feito aborto
Coordenador de Polícia Gilson Ferreira levando as amostras de sangue e urina da jovem que supostamente teria feito aborto

 

Com dores mais fortes, a jovem teria retornado horas depois ao hospital. Ela foi novamente medicada e deixada em observação, sob medicamentos e cuidados médicos. Algum tempo depois, uma funcionária percebeu a jovem passando mal e ensanguentada, e apressou-se em socorrê-la. Desconfiados, os funcionários foram até o banheiro e encontraram um bebê, aparentemente com oito meses de gestação, sem vida e dentro do vaso sanitário. A mãe teria omitido no atendimento que estaria grávida.

Antes da perícia, o bebê abortado foi levado pela família da jovem e enterrado. A direção do hospital nega que a jovem tenha chegado ao hospital em trabalho de parto. O diretor comunicou o caso à polícia e registrou um Boletim de Ocorrência.

A polícia investiga se a mãe cometeu o crime de aborto e também se houve negligência no atendimento no Hospital N. S. do Livramento.

Da Redação                                                                                                            Fotos: Chagas Silva/JFagora


Revista Opinião