Promotora será candidata a deputada federal para lutar por “Lula Livre”: veja!

Matéria publicada em, 29 de julho de 2018

POR CORONEL PINHEIRO

Enquanto a atuação do Ministério Público tem sido duramente criticada por setores da política, principalmente, do Partido dos Trabalhadores, que acusam o MP e MPF de atuar de maneira partidária com o único objetivo de condenar o ex-presidente Lula e macular a imagem do partido, há setores do MP que se contrapõem a essa imagem.

Promotora Leida Diniz (Foto: Lucas Sousa/ Portal AZ)

Com mais de 20 anos de Ministério Público, a Promotora de Justiça do Piauí, Leida Diniz, que se aposentou recentemente de suas funções no MP, agora é filiada ao PT.

Em evento do partido realizado neste final de semana, ela teve a confirmação da sigla de que será uma das candidatas do partido à Câmara Federal.

Em recente entrevista, Leida afirma que encara o desafio por um dever moral. Ela explica que o avanço do neoliberalismo tem gerado prejuízos à democracia e aos governos populares.

“O mundo inteiro e o Brasil passam por graves retrocessos dos direitos sociais, os golpes que acontecem contra os governos populares a exemplo do Brasil e de outros países nos chama ao dever moral de lutar, principalmente, pela retomada da democracia, o neoliberalismo chega a seu auge colocando na exclusão milhares de pessoas, isso depõe contra a civilização e é um clima de barbárie”, acredita.

Com forte atuação na luta pelos direitos da infância, questões de reforma e combate ao trabalho escravo no Estado, Diniz garante que uma de suas bandeiras na Câmara será a defesa da democracia no país.

“Vamos lutar por um mundo melhor, pela retomada da democracia, pelo Lula livre e por um mundo de inclusão para todos e para todos, temos um propósito de fazer uma cidade diferente, um estado justo, moderno e, sobretudo, defender o princípio da igualdade”, afirma.


Revista Opinião