Portal Revista Opinião

Professores mantêm greve e convocam para nova assembleia

Matéria publicada em, 11 de maio de 2012

Por unanimidade os trabalhadores em Educação mantiveram a greve estadual da categoria que já dura mais de 70 dias. A decisão foi tomada na manhã desta quinta-feira (10) durante a assembleia geral da categoria realizada no acampamento montado pelos trabalhadores ao lado do Palácio do Karnak.

Mesmo reconhecendo os avanços conseguidos pela comissão de negociações na última semana, já que em quatro pontos houve um significativo avanço: a) a comissão liderada pelo SINTE-PI convenceu a cúpula do Governo a pagar os 22,23% para toda a categoria e não apenas para as classes A e B, como o Governo defendia deste o início da greve; b) outro avanço importante foi na regulamentação das transposições; c) o terceiro ponto é relativo à mudança de classes; d) por fim, o Governo também vai pagar o auxílio transporte diretamente no contracheque do trabalhador em Educação, uma antiga reivindicação da categoria.

A decisão de manter o movimento grevista foi tomada após a categoria analisar uma proposta apresentada pelo Governo do Estadual que prometia pagar os 22,23% linear aos trabalhadores, porém divididos em quatro parcelas com a última somente em outubro. Com isso, a categoria decidiu manter o movimento por tempo indeterminado.

Os professores exigem o reajuste de uma só vez e imediato. Eles desconfiam que o Governo não cumpra o que prometeu como já aconteceu com outros servidores, como os da Secretaria da Fazenda e Policiais Militares.

Os trabalhadores também exigem o pagamento dos retroativos deste ano para todas as classes e não apenas para os professores classes A e B que são menos de 10% da categoria.

Os trabalhadores também não abrem mão da regência, a gratificação de estímulo à sala de aula que o Governo está tentando acabar. Hoje, durante a assembleia, a maioria dos trabalhadores fez questão de citar estes pontos como sendo essenciais para a categoria.

Após a assembleia os trabalhadores em Educação saíram em passeata pelas principais ruas e avenidas do centro da cidade.

Nova Reunião

O SINTE-PI  convoca toda a categoria para uma assembleia geral que será realizada na próxima TERÇA-FEIRA (15) no acampamento que os trabalhadores em Educação montaram na Praça da Liberdade ao lado do Palácio de Karnak.

A  assembleia acontecerá a partir das 9 horas e dentre as discussões está as novas estratégias para manter o movimento grevista mais forte até que a categoria seja vencedora e o Governo  pague o piso nacional de uma só vez, retroativo a toda a categoria e com o retorno da regência.

Da Redação                                                   Fonte: sinte/PI


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO