Portal Revista Opinião

Professores em greve por cumprimento da Lei do Piso terão reunião com o governo amanhã

Matéria publicada em, 20 de março de 2012

A reunião na qual o secretário estadual de educação, Átila Lira, teria hoje (20) com os representantes do Sinte – Pi (sindicato dos trabalhadores em educação do estado), para fazer uma “proposta definitiva” à categoria e dar fim à paralização dos professores da rede pública estadual, iniciada há 22 dias, foi adiada para amanhã (21). A informação é da presidente do Sindicato, Odeni Silva.

Nesta terça, os representantes do SINTE-PI reuniram-se com parlamentares e mostraram que, através de planilhas do próprio Governo, há condições de pagamento. Eles argumentaram que excluindo a parte do Fundeb, destinada aos municípios, ainda há dinheiro suficiente para o pagamento dos 22% de reajuste que a lei determina.

Os sindicalistas argumentam que o Governo mantém muitos convênios com entidades e pagamento de temporários, que recebem recursos que deveriam ser aplicados exclusivamente no salário dos professores, fato que culmina com a folha ficando inchada e absolvendo os recursos necessários.

Na próxima quinta-feira (22), os trabalhadores em educação voltarão a se reunir em assembleia geral, no Teatro de Arena, na Praça da Bandeira, para deliberarem sobre a proposta que poderão receber amanhã diretamente do governador.

Além de avaliar a nova propostas, a categoria traçará as metas para os próximos movimentos. O objetivo é conseguir que o governo pague o piso nacional dos professores e retire da Assembleia Legislativa o projeto de lei que determina o fim da gratificação de regência.

Com informações da Ascom Sinte


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO