Procissão e Missa de Ramos abrem celebrações da Semana Santa em José de Freitas

Matéria publicada em, 29 de março de 2015

Fiéis católicos participaram na manhã deste domingo, 29 de março de 2015, da Procissão e Missa de Ramos nas Paróquias de N. S. do Livramento e de N. S. do Rosário na cidade de José de Freitas-PI.

As duas paróquias da cidade reuniram-se na Capela da Mãe Rainha, no Bairro Tijuca para as bênçãos dos ramos. Em seguida cada uma seguiu rumo à igreja sede de sua paróquia.

Na Igreja do Rosário, no Bairro Cidade Nova, o padre Francisco Alves celebrou uma Missa Especial, de Ramos. O Domingo de Ramos para os cristãos católicos, abre por excelência a Semana Santa. É onde se relembra e celebra a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém, poucos dias antes de sofrer a Paixão, Morte e Ressurreição.

Missa de Ramos na Igreja de N. S. do Rosário
Missa de Ramos na Igreja de N. S. do Rosário

História do Domingo de Ramos

Este domingo é chamado assim porque o povo cortou ramos de árvores, ramos e folhas de palmeiras para cobrir o chão por onde Jesus passava montado num jumento. Com folhas de palmeiras nas mãos, o povo o aclamava “Rei dos Judeus”, “Hosana ao Filho de Davi”, “Salve o Messias”. E assim, Jesus entrou triunfante em Jerusalém despertando nos sacerdotes e mestres da lei muita inveja, desconfiança, medo de perder o poder. Começa, então, uma trama para condenar Jesus à morte na cruz.

Missa de Ramos na PNSR
Missa de Ramos na PNSR

O povo aclamava Jesus Cristo cheios de alegria e esperança, pois Jesus, como o profeta de Nazaré da Galileia, o Messias, o Libertador, certamente iria libertá-los da escravidão política, econômica e religiosa imposta cruelmente pelos romanos naquela época, que massacrava a todos com rigores excessivos e absurdos.

Missa de Ramos  da PNSR
Missa de Ramos da PNSR

Mas, essa mesma multidão, poucos dias depois, manipulada pelas autoridades religiosas, o acusaria de impostor, de blasfemador, de falso messias. E, incitada pelos sacerdotes e mestres da lei, exigiria de Pôncio Pilatos, governador romano da província, que o condenasse à morte.

Missa de Ramos da PNSR
Missa de Ramos da PNSR

Por isso, na celebração do Domingo de Ramos, se proclama dois evangelhos: o primeiro, que narra a entrada festiva de Jesus em Jerusalém fortemente aclamado pelo povo; e depois o Evangelho da Paixão de Cristo, onde são relatados os acontecimentos do julgamento de Jesus. Julgamento injusto com testemunhas compradas e com o firme propósito de condená-lo à morte. Antes, porém, da sua condenação, Jesus passa por humilhações, cusparadas, bofetadas, é chicoteado impiedosamente por chicotes romanos que produziam no supliciado, profundos cortes com grande perda de sangue. Só depois de tudo isso é que Ele foi condenado à morte e pregado numa cruz.

Missa de Ramos na PNSR
Missa de Ramos na PNSR

Confira a Programação da PNSR para a SEMANA SANTA 2015:

DIA 29/03/2015 – DOMINGO DE RAMOS

  • 6h30 – Bênção dos ramos na capela da Mãe Rainha, reunindo as duas paróquias, em seguida procissão passando por algumas ruas até a Igreja Matriz de cada paróquia.
  • 8h00 – Missa de Ramos
  • 19h30 – Missa de Ramos

DIA 30/03/2015 – SEGUNDA-FEIRA

  • 19h00 – Reunião na casa Paroquial com grupos pastorais sobre a Feijoada do Rosário 2015

DIA 31/03/2015 – TERÇA-FEIRA

  • 9h00 – Missa dos Santos Óleos (Campo Maior)

DIA 01/04/2015 – QUARTA-FEIRA

  • 9h00 – Missa pelos enfermos

DIA 02/04/2015 – QUINTA-FEIRA

  • 19h30 – Missa do Lava-pés, logo após trasladação do Santíssimo e adoração até as 23h

DIA 03/04/2015 – SEXTA-FEIRA

  • 6h00 às 12h00 – Horário de adoração
  • 15h00 – Celebração da Paixão do Senhor
  • 17h00 – Via-Sacra pelas ruas do Bairro Cidade Nova

DIA 04/04/2015 – SÁBADO

  • 19h00 – Celebração da Vigília Pascal

DIA 05/04/2015 – DOMINGO

  • 8h00 – Missa da Páscoa
  • 19h30 – Missa da Páscoa

Da Redação


Revista Opinião