Prima de Fernanda confirma que foi apresentada por ela a Jivago; polícia ouvirá parente de Jivago que está morando no exterior

Matéria publicada em, 5 de janeiro de 2012

Ex-deputado Cabelouro

A jovem Pauliane, sobrinha do ex-deputado Estadual do Piauí, José Ribamar Pereira, o Cabelouro (PMDB) confirmou na Polícia Federal que foi apresentada ao engenheiro Jivago Castro por sua amiga, a estudante Fernanda Lages Veras, morta no dia 25 de agosto de 2011. O depoimento da jovem ocorreu ainda em dezembro de 2011, na Superintendência da Polícia Federal, em Teresina, mas somente agora foi revelado.

A jovem sobrinha do ex-deputado Cabelouro reafirmou tudo que disse à CICO, relembrando que não conseguia dormir se não resolvesse contar que conhecera Jivago na porta de sua casa, apresentado pela amiga Fernanda Lages.

Fernanda Lages e Jivago Castro
Ela disse que até então não sabia de quem se tratava, apenas do ‘meu engenheiro’, como assim se referiu a ele a estudante Fernanda Lages. Disse Pauliane que nem queria descer para cumprimentá-lo, só o fazendo por insistência de Fernanda Lages, que o apresentou como seu namorado.

Deputado Marcelo Castro
Na versão de Pauliane, Jivago abriu o vidro do seu carro e a encarou com a cara de poucos amigos, como quem não querendo a apresentação. Mas ela só o reconheceu quando o viu numa foto postada num portal de Teresina, onde ele aparece segurando um enorme peixe.

“Mãe esse é o namorado que a Fernanda me apresentou”, teria dito Pauliane, quando viu a foto do engenheiro. Outras versões apontam que a mãe da garota tentou evitar que ela falasse para não se comprometer.

 

 

Parente de Jivado teria viajado para o exterior no dia seguinte ao crime

Existe entre os familiares da estudante de direito Fernanda Lages Veras,19 anos, encontrada morta no dia 25 de agosto do ano passado, a expectativa de que dentro das próximas horas os investigadores federais criarão condições para ouvir um parente do engenheiro Jivago Castro que estaria morando no exterior.

Consta que chegou ao conhecimento dos investigadores que esse rapaz conhecia Fernanda e viajou para o exterior no dia seguinte ao encontro do corpo, passando primeiro por Fortaleza onde, segundo informantes da polícia, teria avistado um amigo.

O depoimento

A maior expectativa é com relação à viabilidade do depoimento devido a distância em que se encontra o rapaz. Sabe-se que pode haver uma solicitação de sua presença em Teresina. São muito fortes os comentários a respeito do assunto entre pessoas que já foram ouvidas pelo delegado Alberto.

Amigas de Fernanda Lages já foram ouvidas, inclusive uma que morou com ela em uma das casas em que se hospedou a estudante de direito quando veio de Barras para a capital. O de um desses depoimento, segundo fonte segura, foi considerado muito importante.

Fonte: GP1

 


Revista Opinião