Portal Revista Opinião

Prefeitura contraria justiça e articula aprovação de teste seletivo em José de Freitas

Matéria publicada em, 14 de agosto de 2013

capaNo último dia 05 de agosto a justiça da comarca de José de Freitas, através do Juiz Lirton Nogueira, concedeu limitar, a pedido do Ministério Público, determinando a realização imediata de concurso público para contratação de servidores para o município.

Contudo, a prefeitura tenta articular a aprovação de uma autorização pela câmara municipal para realização de teste seletivo. A princípio estaria marcada uma sessão extraordinária para hoje, 14 de agosto, às 17 horas, em meio a todo fervor do festejo onde a atenção do povo estaria voltada apenas para a festa religiosa.

Porém, temendo não ter seu pedido aprovado, o prefeito Josiel Batista pediu à câmara para adiar a sessão extraordinária para esta sexta feira, 16 de agosto, no mesmo horário, ou seja, às 17 horas. Os vereadores de oposição estão dispostos a barrar esse projeto e exigir a realização do concurso público, inclusive com instituição idônea e conceituada.

“Não podemos aprovar essa indicação, seria um retrocesso. Todos nós sabemos que o ingresso no serviço público só pode ocorrer através de concurso público. Jamais darei carta branca para a prática de irregularidades e corrupção com os  recursos do município, e aquele que o  fizer [votar pela aprovação do projeto que autoriza teste seletivo] estará sendo conivente”, declarou o vereador Claudomires do PV.

Na atual legislatura sete vereadores tem se colocado na oposição. São eles: Alfredo Holanda (PHS), Claudomires (PV), Carlos Sampaio (PSD), Castelo (PMDB), José Luiz Pereira (PDT), Pedro Gomes (PT) e Roberval Santos (PMDB). Enquanto seis tem votado com o prefeito, são eles: Dante Freitas (DEM), Zilzimar (PSB), Roberval Carvalho (PSDC), José Luiz Sousa (PSDC), Celivane (PTB) e o presidente da casa, Monteiro (PSDC).

Da redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO