Portal Revista Opinião

Polícia procura estelionatário que aplicou golpe do cheque sem fundo em José de Freitas

Matéria publicada em, 27 de novembro de 2016

A Polícia Civil do Município de José de Freitas, no Piauí, sob o comando do delegado Jarbas Lima está à procura de um estelionatário, que, no dia 17 deste mês de novembro de 2016, foi até àquela cidade, onde comprou por R$ 25 mil, o Fiat Uno Sporting de placa ODU-4676-Teresina-PI, de cor amarela, ano e modelo 2012/2013 e pagou com um cheque sem fundo.

Estelionatário comprou o veículo usando cheque sem fundo

Estelionatário comprou o veículo usando cheque sem fundo

O veículo foi vendido pela comerciante Maria Luzia de Morais Ribeiro, conhecida por Xuxa, que acabou caindo no golpe. Xuxa anunciou no site de vendas OLX que seu carro estava à venda e o estelionatário viu o anuncio e foi até a sua residência na Rua Clarindo Veras nº 563, no Centro da cidade de José de Freitas-PI, onde conversou com ela e o marido Francisco das Chagas Sampaio e disse que tinha gostado do veículo e que iria comprar.

Segundo Francisco Sampaio, o homem testou o carro e depois ligou para o pai dele para fazer o depósito dos R$ 25 mil na conta da comerciante Maria Luzia Morais Ribeiro, na agência da Caixa Econômica Federal, na cidade de José de Freitas-PI. Após a negociação do seu carro, por volta das 13h30min do dia 17 de novembro de 2016, a comerciante Xuxa e o estelionatário que tem aproximadamente 30 anos e estava usando óculos escuros e boné, foram até a casa lotérica Sorte Grande, na Avenida Tabelião Marcelino Sampaio, no Centro de José de Freitas-PI, onde teria sido conferido através de um extrato que o dinheiro da venda do carro havia sido depositado na agência da Caixa Econômica Federal do Bairro Parque Piauí, na Zona Sul de Teresina-PI.

Extrato tirado na lotérica no dia 17/11/16 pela comerciante Xuxa

Extrato tirado na lotérica no dia 17/11/16 pela comerciante Xuxa

Após tudo isso, Xuxa acreditou que não se tratasse de um golpe e entregou o seu carro com toda a documentação ao estelionatário que foi embora e até hoje (27 de novembro de 2016) não soube mais informações do paradeiro do seu veículo e nem do estelionatário. Segundo Francisco Sampaio, a sua mulher Xuxa somente três dias depois quando foi à agência da CEF para sacar os R$ 25 mil, tomou conhecimento de que o cheque depositado pelo golpista não tinha fundo e foi suspenso pela própria agência bancária.

Extrato da conta de Maria Luzia de Morais Ribeiro tirado no dia 21 de novembro de 2016

Extrato da conta de Maria Luzia de Morais Ribeiro tirado no dia 21 de novembro de 2016

O caso foi denunciado na Delegacia da Polícia Civil de José de Freitas-PI, no dia 21 deste mês de novembro de 2016, onde está sendo investigado pelo delegado Jarbas Lima e sua equipe composta pelos agentes Ribeiro, Gilson Ferreira e Pedro Santana.

O delegado Jarbas Lima requisitou e já recebeu da casa lotérica as imagens que mostram o estelionatário e a comerciante quando ambos foram até a referida lotérica para saber se o dinheiro referente ao pagamento do veículo havia sido depositado. A comerciante Maria Luzia de Morais Ribeiro prestou depoimento no dia 22 de novembro no inquérito policial instaurado pelo delegado Jarbas Lima para apurar o caso.

A vítima, Maria Luzia, entregou toda a documentação do seu veículo para o estelionatário, inclusive o Documento Único de Transferência (DUT) já assinado. “Nós estamos investigando, estamos colhendo informações e vamos realizar o que seja possível para tentar localizar esse veículo e também prender o golpista”, disse o delegado Jarbas.

Fonte e imagens: saraivareporter


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO