Portal Revista Opinião

Polícia Militar do Piauí usa rede social para receber denúncias

Matéria publicada em, 26 de fevereiro de 2014

Capitão Fábio Abreu, da Rone

Capitão Fábio Abreu, da Rone

O Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especiais (BPRone) lançou nesta terça-feira (25) mais um canal de comunicação direta com a população do Piauí. Além do 190 e do perfil do Facebook, o BPRone disponibiliza agora um número via WhatsApp.

Segundo o capitão Fábio Abreu, subcomandante do batalhão, a ideia de abrir esse novo serviço partiu da própria população. “Era uma necessidade que foi solicitada pela própria comunidade e que nós acatamos por avaliar que a ferramenta só tinha a nos auxiliar no trabalho diário”, explicou Abreu.

Para Fábio Abreu, os recursos do aplicativo para celular podem auxiliar bastante a ação policial. “O cidadão pode enviar vídeos ou fotos do local em que ele suspeita que esteja acontecendo algum ilícito e através disso poderemos apurar com mais facilidade a denúncia”, afirmou o capitão.

No entanto, o oficial ainda relatou que as ferramentas de internet tem ajudado a polícia. “Já fechamos vários pontos de vendas de droga na capital através de denúncias feitas pela própria população via facebook, com isso, esperamos intensificar o número de ocorrências e assim dar uma resposta à sociedade”, afirmou o subcomandante.

Ele alertou para que os cidadãos evitem usar o serviço para passar trotes. “Nós vamos ter que filtrar as informações, porque, temos consciência que algumas pessoas mal intencionadas podem se manifestar”, completou. O número do WhatsApp do BPRone é (86) 8862 1066.

Da Redação                                                                                            Fonte: G1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO