Portal Revista Opinião

Polícia investiga golpe em idosos que não conseguiram sacar aposentadoria

Matéria publicada em, 2 de setembro de 2015

Mais de cem pessoas procuraram a Delegacia do Idoso nos últimos 4 dias para denunciar que foram vítimas de um golpe. Ao chegar no Banco do Brasil para sacar a aposentadoria, os clientes, principalmente idosos, se depararam com a conta bancária zerada. Todos os casos foram registrados na agência localizada na Central de Abastecimento do Piauí (CEAPI), zona sul de Teresina.

aposentado não recebe

De acordo com a delegada Daniela Barros, o caso é atípico e investigações já estão em andamento para descobrir o que aconteceu.

“Fizemos um levantamento e desde o início do pagamento segunda-feira até a data de hoje foram 100 casos, realmente é uma situação atípica. Estamos com uma equipe em campo para verificar o que ocorreu, se foi clonagem de cartão. O certo é que houve uma fraude, porque todos os idosos que compareceram para registrar BO disseram que quando foram receber o beneficio, a conta já estava zerada”, declarou.

O Banco do Brasil afirmou em nota que uma quadrilha teria atuado em Teresina no último fim de semana, instalando um equipamento chamado de chupa-cabra, que clona dados de cartões magnéticos.

Ainda de acordo com o banco, todas as pessoas que se sentirem lesadas devem procurar a delegacia para registrar Boletim de Ocorrência para que as investigações sejam continuadas. O banco ressalta ainda que todos os casos serão analisados de forma isolada.

O aposentado José Osmar foi uma das vítimas. Com 76 anos e sem a visão por causa do diabetes, procurou o banco para sacar a aposentadoria e se deparou com um extrato onde mostrava que o benefício já havia sido sacado. O saldo era de apenas R$ 18.

“Eu compro seis tipos de remédio e agora vai ficar complicado”, afirmou.

O casal João Batista e Maria de Jesus também foi ao banco e se deparou com a conta zerada. “Eu não posso fazer nada. Tenho que ficar no aguardo deles. Não posso dizer quem foi e quem são”, disse o idoso.

Fonte: cidadeverde


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO