Portal Revista Opinião

Polícia Civil deflagra operação para prender quadrilha de tráfico de drogas em 14 cidades

Matéria publicada em, 17 de novembro de 2011

A Delegacia de Entorpecentes, Delegacia Regional de Oeiras e Núcleo de Inteligência da Polícia Civil deflagraram na manhã desta quinta uma operação, denominada Praga de Justiniano, na região de Picos para prender 33 pessoas acusadas de integrarem uma quadrilha de tráfico de drogas.

Segundo o delegado Samuel Silveira, que chefia a operação, já foram apreendidos veículos, motos, drogas, comprovantes de depósito bancário de altos valores – um deles na quantia de R$ 96 mil -, documentos que comprovam o tráfico, dinheiro, sendo R$ 5 mil somente em uma residência.

 

Samuel Silveira, titular da Delegacia de Entorpecentes

 

A operação abrange 14 municípios da região de Picos, como Santo Inácio, Santa Cruz, Oeiras, Itainópolis. Além de cidades do Piauí, também estão sendo dado cumprimentos a mandados de prisão em cidades do Maranhão.

Trata-se de uma única quadrilha, com ramificações em vários municípios. A investigação começou no mês passado, com a apreensão de 11 kg de drogas em Picos.

A delegada Janaína Nobre, titular da delegacia regional de Oeiras, informou que as investigações acontecem há quase um ano, desde que foi realizada a operação Moissanite, em dezembro do ano passado. “Depois que realizamos esta operação, o tráfico se estendeu para o interior”, afirma.

A polícia concederá entrevista coletiva às 11h, na Delegacia de Entorpecentes, em Teresina, para explicar o resultado da operação.

Segundo nota à imprensa divulgada pela Polícia Civil,  uma pesquisa realizada em 152 cidades pela Confederação Nacional dos Municípios, confirma que em 133 delas há problemas relacionados ao consumo de drogas.

A Operação “Praga de Justiniano” teve como objetivo cumprir mandados de prisão e busca e apreensão de envolvidos em tráfico de drogas nas cidades de Oeiras, Picos, Itainópolis, Santa Cruz, Santo Inácio, Paes Landim, Simplício Mendes, Floresta do Piauí, Floriano, Campinas do Piauí, Canto do Buriti, Regeneração, todas no Estado do Piauí, bem como Barão de Grajaú e São João dos Patos no Estado do Maranhão.

Os indiciados devem responder pelos crimes de tráfico de entorpecentes, associação ao tráfico, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e venda de medicamentos sem registro no órgão de vigilância sanitária. Ao todo, foram deferidos pelo Juiz da Comarca de Santa Cruz, Dr. Múccio Miguel Meira, 32 mandados de prisão preventiva e 40 mandados de busca e apreensão, a serem cumpridos por aproximadamente 90 (noventa) policiais civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE), Comissão Investigadora do Crime Organizado (CICO) e outras unidades da Polícia Civil do Estado, com o apoio da Companhia da Polícia Militar de Oeiras e dos grupamentos Gate e Rone da PM-PI.

Fonte: cidadeverde


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO