Piso salarial dos professores terá reajuste de 7,97% já no próximo mês

Matéria publicada em, 11 de janeiro de 2013

O piso salarial nacional do magistério da educação básica terá reajuste de 7,97% agora em 2013. A informação foi divulgada ontem (10) pelo Ministério da Educação. Com o aumento, o valor passa de R$ 1.451 para R$ 1.567 e já será pago, por estados e municípios em fevereiro.

A composição do piso leva em conta o custo anual por estudante dos últimos dois anos, calculado pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O reajuste do piso em 2013 não segue a tendência de aumento dos últimos dois anos, quando foi registrado uma média de 20% de aumento. Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, o reajuste menor é por causa da desaceleração da economia e da queda na arrecadação de receitas.

O Fundeb é um fundo contábil e composto por uma cesta de impostos e transferências estaduais e municipais, e sua vigência se estende até 2020. Por lei, pelo menos 60% dos recursos do Fundeb devem ser usados para pagamento do salário dos professores e gestores educacionais. Em José de Freitas o pagamento de professores compromete atualmente mais de 70% do fundo.

O reajuste estava previsto para ficar em torno de quase 1,8 mil reais, mas governos estaduais e municipais, que já tiveram dificuldade de conceder o reajuste nos últimos dois anos, fizeram lobby com o governo federal e conseguiram baixar o índice de reajuste, que é maior do que índice da inflação, porém muito menor do que o esperado pelos profissionais do magistério.

Da Redação

piso-vert

 


Revista Opinião