Portal Revista Opinião

Pesquisa coloca o Papa como líder mais popular do mundo na atualidade

Matéria publicada em, 25 de março de 2016

O Papa Francisco acompanha na Sexta-Feira Santa a cerimônia da Via-Crucis no Coliseu de Roma. Na quinta-feira (24), o Papa escolheu um grupo de 12 refugiados, de várias religiões, para participar do ritual do lava-pés.

O Papa Francisco quis sair do Vaticano para celebrar a cerimônia do Lava-Pés. Em uma cidade a 30 quilômetros de Roma, o pontífice rezou a missa em um centro de acolhimento para 900 refugiados, em um gesto de misericórdia, respeito e integração.

Foto: divulgação google

Foto: divulgação google

O Papa se curvou para lavar e beijar os pés de 12 imigrantes do norte da África, do Oriente Médio e da Ásia. O grupo, que representa os 12 apóstolos, foi formado por oito cristãos, três muçulmanos e um hindu. No sermão, Francisco fez uma referência aos terroristas de Bruxelas e disse que “tem gente que quer a guerra, mas nós aqui somos de culturas diferentes e queremos a paz”.

O Papa considera que a irmandade e o acolhimento são a melhor resposta a ser dada aos terroristas. Duas pesquisas consagram o Papa Francisco como um fenômeno de popularidade.

Segundo o Instituto francês BVA, Francisco alcançou o maior índice de popularidade na América Latina desde o começo de seu pontificado. O estudo apontou que 77% das pessoas tem uma ideia positiva sobre ele. Na América do Norte, o índice é de 63%. Na Europa, índice é de 62%.

Já o Instituto Win/Gallup divulgou que o Papa é mais popular do que qualquer outro líder mundial. Em 64 países pesquisados, 54% das pessoas têm uma imagem positiva dele.

A aprovação de Francisco por não-católicos chama a atenção. Ele é bem visto por 65% de judeus, por 53% de protestantes e por 51% de ateus e agnósticos.

Fonte: Hora 1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO