Pedreiro é morto à tiros durante discussão de trânsito na barragem do bezerro em José de Freitas

Matéria publicada em, 9 de setembro de 2018

Chagas Silva Para o Revista Opinião

O pedreiro Leonardo de Sousa Barreto, conhecido como (Leo), 35 anos de idade, foi assassinado com vários tiros por volta das 19:00h deste domingo, 09 de Setembro 2018, crime praticado no paredão da barragem do bezerro em José de Freitas.

De acordo com informações apuradas no local pelo o Revista Opinião, os disparos foram efetuados por um homem que estava em veículo de cor prata, supostamente um Golf com placa de Teresina, que era ocupado pelo o assassino e mais três pessoas, sendo um homem e duas mulheres.

Um amigo do pedreiro de nome Marques, presenciou o crime, e relatou para o Repórter Chagas Silva, que tudo aconteceu após vítima e acusado se envolverem em um acidente de trânsito no paredão, próximo ao local do homicídio, que envolveu a moto que Leo pilotava, uma Honda de cor azul e o carro que o assassino ocupava

A testemunha informou que Leo chegou a perder um dedo no acidente, gerando uma pequena discussão entre os ocupantes do carro e vítima. Marques contou ainda, que estava quase de saída para o hospital com seu amigo, oportunidade que o criminoso abriu a porta do veículo sacou uma arma de fogo, e efetuou vários disparos, atingindo o pedreiro que já caiu sem vida na lateral do paredão. “Quando ouviu os disparos corri para entrar na água e consegui escapar dos tiros ileso” Declinou Marques.

Após os disparos, o acusado fugiu no automóvel juntamente com as duas jovens e o comparsa. O veículo usado na fuga está rebocando um equipamento de som. A polícia militar foi acionada e está em diligência para localizar e prender o assassino.

O paredão da barragem foi interditado, no local aglomerou centenas de pessoas, entre amigos, parentes e curiosos. A cena do crime foi isolada pela polícia militar através do Sargento Borges com o soldado Medeiros, até a chegada da pericia criminal e do carro tumba que fez a condução do corpo para o IML em Teresina. Leonardo era pedreiro e proprietário de um bar no Bairro São Sebastião em José de Freitas, onde ele morava com uma companheira.

Leonardo de  Sousa foi por motivos banais

Barragem do bezerro em José de Freitas

Centenas de pessoas no paredão da barragem do bezerro, local do crime

Sargento Borges isolou a cena do crime e acionou a pericia criminal

Corpo de Leonardo na lateral do paredão da barragem


Revista Opinião