Passageiros ateiam fogo em pneus e interditam a PI-113 em José de Freitas

Matéria publicada em, 17 de agosto de 2016

Dezenas de usuários do transporte coletivo que faz linha entre as cidades de José de Freitas e Teresina interditaram a PI-113 na manhã desta quarta-feira (17) em protesto contra o aumento da passagem de ônibus pela empresa que detém a concessão da linha entre as duas cidades, a empresa São Joaquim. Por conta disso, quem utiliza diariamente a rodovia foi impedido de passar pelo local porque os manifestantes montaram uma barricada e atearam fogo em pneus. Há três anos, os manifestantes já haviam fechado a rodovia pelos mesmos motivos, numa negociação que durou dias.

Foto: Socorro Pinheiro

Por conta do ocorrido, foi registrado congestionamento. Motoristas que desejam ir até Teresina pela PI-113 devem procurar outra alternativa.

A principal reivindicação dos passageiros é contra o aumento da tarifa de ônibus que passou de R$ 4,80 para R$ 5,60 a inteira, e de R$ 3,50 para R$ 5,00 a passagem com descontos, destinada a estudantes e trabalhadores cadastrados. Além disso, os usuários reclamam também das más condições dos veículos, que não oferecem as mínimas condições de conforto e segurança aos usuários, e pedem a quebra do monopólio dado pelo governo à empresa por mais de vinte anos explorando sozinha a linha.

VEJA A TABELA COM OS NOVOS PREÇOS COBRADOS PELA EMPRESA:

passagem

A Polícia Militar está no local no intuito de controlar qualquer espécie de excesso. Apenas ambulâncias são permitidas passar para o outro lado. Não há previsão para que a via seja liberada, pois a empresa ainda não se manifestou, segundo os líderes do movimento.

Recentemente a Secretaria de Transportes do Piauí (Setrans) concedeu mais um benefício à empresa São Joaquim. Publicada no Diário Oficial do Estado no dia 10 de agosto passado, uma concessão para explorar a linha entre José de Freitas e União, via Lagoa Alegre, também causa espanto aos usuários. Segundo eles, a linha foi conseguida pelo empresário provavelmente com o intuito de prejudicar uma empresa concorrente, a J. Araújo, que faz linha entre Lagoa Alegre e Teresina via José de Freitas, ficando com uma fatia considerável da demanda nesta região.

DOE

Da Redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO