Portal Revista Opinião

OPINIÃO: MAQUIAVELISMO POLÍTICO (OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS?)

Matéria publicada em, 22 de julho de 2011

Em política não pode existir a dualidade: ser inocente e ser inconsequente. Se isso ocorrer, significa que um agrupamento político está a reboque de grupos maquiavélicos.

Nicollò Machiavelli (1469-1527)

Fiquei surpreso quando este portal divulgou com muita ênfase, possíveis conversações do PV com o PTB para o pleito que se aproxima. O PV (que ressalte, abriu as portas para um grupo de pessoas suprapartidário, e que até agora tem promulgado a decência e se postado de forma ferrenha às práticas arcaicas e ultrapassadas de fazer política e administrar a coisa pública) estaria sucumbindo à “dança de uma noiva‘’, mal intencionada?

Querendo tão somente jogá-lo na vala comum da política? Ou o propósito seria desprestigiar, fazer ver a fragilidade, a inocência e a inexperiência daqueles que se propõem ser uma alternativa de fato na eleição que se avizinha?

Estariam tentando inibir (a mando de quem?) a tantas pessoas que simpatizam ou já abraçaram este projeto alternativo?

Fica esse alerta aos comandantes deste projeto (que é maior que uma sigla), para que, quando deliberarem alguma decisão no campo político, o façam sem sair da trilha da coerência e da decência, sem cometer nenhuma incongruência política.

Nota:

Nicolau Maquiavel, político e historiador, que propunha a ideia de que os ‘’fins justificam os meios‘’, ou seja, é válido qualquer artimanha para chegar ao poder.

Por: Chico Luiz, professor.


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO