Portal Revista Opinião

O choro e drama do River Plate: ‘gigante’ argentino empata e é rebaixado no Monumental de Nuñez

Matéria publicada em, 26 de junho de 2011

O dia 26 de junho era até este domingo motivo de muita festa e alegria para o River Plate. Em 1996, há exatos 15 anos, os Milionários venciam o América de Cali, da Colômbia, por 2 a 0, e se sagravam campeões da Taça Libertadores da América pela segunda vez. Agora, o gigante argentino terá de dividir a data com a maior decepção de seus 110 anos de história. Com o empate por 1 a 1 com o Belgrano, no Monumental de Nuñez, o clube presidido por Daniel Passarella foi rebaixado para a Segunda Divisão Nacional.

Pavone não acredita: autor do gol do River desperdiçou um pênalti no segundo tempo (Foto: Agência Reuters)

Jovem promessa do River, Lamela não foi capaz de salvar o River Plate do descenso (Foto: agência AFP)

Após perder na última quarta-feira por 2 a 0 em Córdoba, o River precisava vencer por dois gols de diferença. Saiu na frente, logo aos cinco minutos, permitiu a igualdade na etapa final e até desperdiçou um pênalti em seguida. No fim, torcedores invadiram o gramado e paralisaram a partida, que sequer teve continuação.

Fonte: g1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO