Nova promessa de recuperação da PI-113 aborta manifestação

Matéria publicada em, 23 de agosto de 2011

Diretor do DER-PI

O diretor do Departamento de Estradas e Rodagens do Piauí – DER-PI, Severo Eulálio, fez nova promessa de recuperação dos 20 km intrafegáveis da PI-113, que liga os municípios de José de Freitas, que fica a 50 Km de Teresina, e Cabeceiras, localizada a 102 KM da Capital. Com mais essa promessa o diretor do DER abortou uma manifestação que estava prevista para acontecer, no techo danificado, na próxima sexta feira, dia 26 pela manhã, quando manifestantes prometiam interditar a rodovia, não deixando nenhum veículo passar até o governo se pronunciar para uma solução do problema.

O motivo da manifestação dos usuários da rodovia seria o estado de abandono de 20 Km entre a cidade de Cabeceiras do Piauí e o Povoado Olinda (Município de José de Freitas), onde imensas crateras tomam a pista fazendo com que carros quebrem e outros tipos de acidentes aconteçam, além de facilitar a ação de marginais, que devido aos veiculos serem obrigados a andarem quase parando já ocorreram vários assaltos a motoristas e motoqueiros no local.

PI-113, Entre José de Freitas e Cabeceiras

A PI-113, também conhecida como rodovia do babaçu, é a via mais importante da região Norte do Estado. Dá acesso ao litoral encurtando a distancia ente a Capital e a praia em pelo menos 40 km, passando por cidades importantes do Estado, como Barras, Batalha, Esperantina, Luzilândia e outras. Sua obra de recuperação foi iniciada no início de 2010, ainda no governo Welington Dias, no entanto só foram concluídos 30 km, da cidade de José de Freitas até o Povoado Olinda, os quais ainda se encontam sem nenhuma sinalização. Já do Povoado Olinda até a cidade de Cabeceiras, um techo de 20 Km, a estrada esta totalmente intrafegável, o que tem causado revolta aos usuários. As obras da rodovia estão paradas desde meados de 2010, a mais de um ano, e até o momento o governo não tem conseguido justificar os reais motivos da paralização da obra.

Severo Eulálio esteve no último sábado (20) em Cabeceiras do Piauí reunido com os manifestantes impedindo que o ato acontecesse. Acompanhado de Valdemar Machado (Diretor de Conservação de Estradas do DER-PI), Marcos Vinícius (Diretor de Engenharia do DER-PI), Severo Eulálio garantiu que as obras de pavimentação e sinalização horizontal e vertical da PI-113 terão início até o final deste mês de Agosto.

O diretor informou ainda que a Construtora Sucesso – que acusou o Governo do Estado de calote, abandonando a obra no ano passado-, já foi paga. Os manifestantes deram um prazo até 2 de Setembro próximo e deixaram claro que se as obras não começarem eles irão interditar à força a rodovia.

Da Redação


Revista Opinião