Portal Revista Opinião

Muricy Ramalho é contratado pelo Santos e dirige o time da vila já nesta Quarta

Matéria publicada em, 5 de abril de 2011

Após negociar com o clube há mais de uma semana, o técnico Muricy Ramalho enfim acertou com o Santos. E já vai assistir ao jogo desta quarta-feira, contra o Colo Colo-CHI, pela Libertadores da América, diretamente na Vila Belmiro.

Muricy Ramalho

Campeão brasileiro no ano passado à frente do Fluminense, Muricy vai assinar o contrato nas próximas horas e a oficialização da notícia sairá até a noite desta terça.

Em entrevista à rádio Bandeirantes, pela manhã, o comandante comentou o assunto. “Podemos dizer que sim [já é técnico do Santos]. Não fui para a seleção brasileira porque tinha dado a minha palavra ao Fluminense. Não tinha assinado nada. É palavra. Imagina agora, que tive uma ótima conversa com o Santos? Como dei minha palavra ao Santos, não vai acontecer nada [para mudar de ideia]. Hoje à noite será feito o anúncio e amanhã vou à Vila Belmiro ver o jogo [contra o Colo Colo]”, disse.

“Não é o que as pessoas estão dizendo, essa soma toda [valores especulados em R$ 700mil/mês]. Eu preciso ganhar, e lá encontrei a possibilidade disso. Faltam alguns detalhes que a gente vai resolver hoje”, completou.

NOVELA

O técnico chega para ocupar o lugar de Adilson Batista, que foi demitido no último 27 de fevereiro. Desde então, o Santos vinha sendo comandado por Marcelo Martellote, que chegou a falar publicamente que estava pronto para deixar de ser interino. Mas tropeços na Libertadores e no Paulista fizeram a direção ir atrás de um treinador mais experiente.

A prioridade da equipe alvinegra era Ney Franco, técnico da seleção sub-20 e que já havia trabalhado com Neymar durante o Sul-Americano da categoria.

Ney, porém, ouviu do técnico Mano Menezes e da CBF que não aceitaria que ele dividisse suas atenções com a seleção e com o clube.

Abel Braga também foi tentado pelo Santos, mas o treinador que está no Qatar afirmou que só poderia ir a partir de maio. Em seguida, o técnico disse que já tinha acordo verbal com o Fluminense.

O Fluminense, por sinal, foi o último clube de Muricy Ramalho. No time carioca, o técnico conquistou o título brasileiro de 2010, mas pediu demissão alegando que a equipe não havia feito as melhorias que foram acordadas.

Quando saiu, em 13 de março, Muricy afirmou que queria 30 dias de férias para poder esquecer o Fluminense.

Da Redação      Fonte: Folha.com


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO