Morte de jovem executado em José de Freitas completa um mês e crime vai para estatística da Impunidade

Matéria publicada em, 14 de julho de 2018

POR REDAÇÃO

A morte do jovem Wilson de Araújo Costa 29 anos completou  um mês neste sábado (14). O rapaz foi executado   na madrugada do dia 14 de Junho  por criminosos ainda não identificados pela polícia   na  Rua José Paulo dos Santos, próximo ao poço da Agespisa, no bairro Suco de Uva , região urbana de José de Freitas, com 4 tiros a queima roupa.

A polícia  acredita que os executores teriam  descido um morro que fica próximo ao local do crime e surpreendido a vítima com os disparos, causando a morte do seu desafeto ainda no local.

Segundo informações colhidas na noite do crime pela equipe do Revista Opinião, Wilson era aposentado devido a um problema de saúde que era acometido. A família acredita que o crime foi motivado por dividas em alguma boca de fumo, já que a vítima era usuária de drogas. O crime   completou  um mês  vai para estatística da Impunidade.

Pesquisa Revista Opinião


Revista Opinião