Mister Piauí é encontrado morto em apartamento em São Paulo

Matéria publicada em, 24 de agosto de 2011

O modelo Murilo Rezende da Silva, encontrado morto em um apartamento na Rua Oscar Freire, região nobre de São Paulo, nesta terça-feira (23), foi eleito Mister Piauí neste ano. Ele também participou do concurso Mister Brasil.

Mister Piauí 2011 Murilo Resende
A organização do evento divulgou uma nota pelo Twitter lamentando a morte. “É com tristeza que informamos que Murilo Rezende, Mister Piauí 2011 e finalista do Mister Brasil, foi assassinado. Murilo, sexto colocado no concurso, sempre demonstrou ser uma pessoa de caráter irretocável, admirado por todos.”

Além dele, foi encontrado morto o dono da residência, o analista de sistemas Eugênio Bozola. Os dois foram mortos a facadas. Segundo o delegado que investiga o caso, havia sinais de luta na residência onde a vítima morava. Bozola foi encontrado morto pela manhã por sua empregada doméstica. O corpo do modelo foi localizado pela Polícia Militar depois em um dos cômodos.

“Havia marcas de sangue pelo apartamento e sinais de luta, como um cinzeiro quebrado e objetos bagunçados”, afirmou o delegado Paulo Roberto Nascimento de Oliveira, do 14º Distrito Policial, em Pinheiros, na Zona Oeste da capital.

Modelo Piauiense Murilo Rezende

Segundo a Polícia Civil, o analista de sistemas, que era homossexual, estava caído na cozinha, próximo à porta de entrada. A faxineira Neide Ferreira o encontrou por volta das 9h,quando entrou na residência. “Eu abri a porta e, quando vi ele caído, chamei o porteiro.” A PM foi acionada e, ao entrar, encontrou o corpo da outra vítima caído em um quarto e com um saco cobrindo parte da cabeça. O carro de Bozola, um Honda Civic prata, não estava na garagem, como de costume. Havia marcas de sangue no chão da garagem.

Vizinhos disseram ter ouvido uma briga durante a madrugada desta terça no interior do apartamento, que fica no 6º andar. Nenhum barulho de tiro, porém, foi escutado. “Lá pela meia-noite, eu ouvi muito barulho vindo de cima. Soltei um palavrão e quem estava no outro apartamento repetiu. O barulho continuou até 0h45, quando eu xinguei de novo. Então tudo ficou em silêncio e eu dormi”, disse uma aposentada de 51 anos que mora no 5º andar e não quis ter o nome divulgado.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já foi acionado para auxiliar nas investigações. Durante a tarde, foi feita perícia no apartamento. A polícia agora pretende ouvir o porteiro que estava no turno da madrugada. Ele poderá dar mais informações sobre a saída do veículo ou dos criminosos, já que no edifício não há câmeras de segurança. Ainda não há pistas sobre o responsável pelas mortes.

Modelo não nasceu no Piauí

O modelo Murilo Rezende da Silva, 21, é natural da cidade de Rodeiro, Minas Gerais. Atualmente ele fazia parte do casting da agência carioca 40 Graus e foi sexto colocado na edição do Mister Brasil deste ano, representando o estado do Piauí.

O modelo faz parte da lista das belezas que não são piauienses, mas representam o estado em concursos nacionais. Mineiro também é o transformista eleito Miss Brasil Gay 2011, que concorreu pelo Piauí. Raika Bitencour foi eleita no último sábado (20/08) no concurso que aconteceu em Minas Gerais. Ela já havia participado do Miss Brasil Gay em 2006, quando representou o Estado do Tocantins.

Macopolo Vaz da Costa, eleito em abril Mister Piauí 2011
O piauiense, de fato, eleito Miss Piauí 2011 é o piauiense de Teresina, Marcopolo Vaz da Costa. O certame que elegeu o rapaz, que é do bairro Mocambinho, aconteceu no dia 07 de abril, em evento que também escolheu a Miss Teresina 2011. Porém, para representar o estado no concurso nacional, o mineiro é que foi convidado. Enquanto isso, o mister Piauí que é de fato piauiense, segue a vida na zona Norte de Teresina.

Atualizada em 29.08.11

Investigações

O carro do analista de sistemas Eugênio Bozola, de 52 anos, assassinado na Rua Oscar Freire, em São Paulo, foi encontrado na madrugada deste domingo (28) em Sertãozinho, no interior paulista. O veículo será vistoriado pela Polícia Civil. O crime aconteceu dia 23 nos Jardins, bairro nobre da capital. O suspeito pelo crime, um rapaz de 21 anos, continua foragido.

O veículo do analista, um Honda Civic, foi levado pelo suspeito no dia do crime e visto em várias praças de pedágio rumo ao interior, de acordo com a polícia.

O crime, investigado como latrocínio (roubo seguido de morte), ocorreu na madrugada de terça-feira (23). Os corpos de Eugênio Bozola e do modelo Murilo Rezende da Silva, de 21 anos, foram encontrados por uma diarista.

O suspeito é de Igarapava, cidade do interior paulista, a e não tem antecedentes criminais. No entanto, há uma determinação judicial que o proíbe de chegar perto da ex-namorada, por causa de ameaças que fez contra ela.

De acordo com a polícia, o suspeito era hóspede de Bozola no imóvel nos Jardins. Ele havia conhecido o analista em Igarapava, cidade onde a vítima nasceu. Depois, segundo a polícia, ele pediu para ficar morando provisoriamente por uma semana no apartamento da vítima na capital paulista. Para a investigação, o motivo do crime foi uma desavença entre eles envolvendo justamente o tempo de permanência do hóspede no imóvel.

Uma gravação ajudou o DHPP na identificação do suspeito do homicídio. Investigadores da Equipe L Sul ouviram depoimentos de testemunhas que afirmaram que o agressor, as vítimas e outros amigos do grupo haviam ido a uma pizzaria em Higienópolis e a uma boate gay da Zona Oeste no fim de semana que antecedeu ao crime.

Homofobia no Twitter
Após o crime, policiais rastrearam as mensagens postadas por Rossetti na internet e encontraram alusões à homofobia. Em uma das mensagens ele diz “Ainda bem que homofobia não é crime”.

A página pessoal também traz mensagens violentas. “Meu carro chega dia 25 e vou atropelar muitas pessoas nessa cidade”, diz uma delas.

G1


Revista Opinião