Manuelzim do Acordeon, autor do ‘Molim Molim’ se livra de processo movido pelo MP

Matéria publicada em, 25 de janeiro de 2012

Por causa do jingle ‘Molim Molim’, que foi bastante conhecido nas Eleições 2010, durante a campanha do então candidato a reeleição, governador Wilson Martins (PSB), o compositor da cidade de José de Freitas, Edson Souza Chaves, mais conhecido pelo nome artístico de Manuelzim do Acordeon, teve que se explicar junto à Justiça Eleitoral do Piauí.

Manuelzim do Acordeon (no meio), autor do jingle "Molim, Molim" das eleições de 2010

 

O compositor, bastante conhecido em José de Freitas, apareceu nas doações de campanha de Wilson Martins com o valor de R$ 2 mil. Para o Ministério Público Eleitoral, esse valor estava acima da renda declarada pelo artista em 2009. Por conta disso, o MP entrou com uma ação para investigação.

Somente agora ele se defendeu perante a justiça. A defesa do compositor alegou que os R$ 2 mil doados não eram em valores financeiros, mas sim um bem (no caso o jingle ‘Molim molim’) à campanha do governador. A Justiça Eleitoral aceitou a justificativa e arquivou a ação. O ‘Molim Molim’ da época da campanha foi considerado um dos jingles mais lembrados de toda a história da política local.

Da Redação                                                  Fonte: 180graus


Revista Opinião