Portal Revista Opinião

Laudos periciais que poderão esclarecer morte de Fernanda Lages saem essa semana

Matéria publicada em, 11 de setembro de 2011

A semana que se inicia poderá ser decisiva para o esclarecimento da morte da estudante de Direito Frenanda Veras Lages, 19 anos, encontrada morta na constução do predio do Ministério Público Federal, na Avenida João XXIII, na zona Leste de Teresina, ao amanhecer do dia 25 de agosto passado. O fato é que está previsto para esta semana a chegada dos resultados de exames periciais realizados fora de Teresina em amostras encaminhadas pelo delegado que preside o inquérito Paulo Nogueira, que dispõe de pelo menos mais 15 dias para concluir o inquérito ou solicitar mais 30 para enriquecer o trabalho, mas que pretende concluir as investigações e todo o procedimento no prazo previsto em Lei de 30 dias.

PESSOAS SÃO MONITORADAS

Pelo menos três pessoas estão sob vigilância permanente desde que fizeram declarações  discrepantes a respeito de diálogos que mantiveram com Fernanda Lages Veras nas 24 horas que antecederam a sua morte. Entre elas estão duas amigas que costumavam se encontrar com a estudante de direito na noite de Teresina e que não compareceram à manifestação ocorrida ontem em frente ao prédio do Ministério Público Federal, na avenida João XXIII, onde o corpo foi encontrado ao amanhecer do dia 25 de agosto, uma quinta-feira.

Fernanda com amigas em um sítio na Capital dias antes da sua partida

CONTRADIÇÕES

Enquanto os resultados dos exames periciais não chegam a equipe de investigadores baseada na sede da comissão que investiga o crime organizado, zona sul de Teresina, levanta algumas contradições observadas em depoimentos colhidos principalmente durante as manifestações dos estudantes secundaristas, quando a atenção da imprensa se voltou para os episódios que marcaram os protestos contra o aumento das passagens dos ônibus.

Foi nesse período que os investigadores identificaram o homem que assediou Fernanda Lages até momentos antes de a garota ser encontrada morta. Existem discrepâncias em depoimentos de amigas mais próximas de Fernanda. A polícia busca comprovar se pelo menos um delas tinha uma boa relação de amizade com o rapaz.

Da Redação                       Fonte e Foto: Gp1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO