Laudo do IML confirma que Padre Lauro cometeu suicídio, afirma delegado

Matéria publicada em, 31 de agosto de 2013

Segundo o delegado da cidade de Barro Duro, Emerson Almeida, o laudo cadavérico do padre Lauro de Deus apontou que a causa da morte do religioso foi suicídio. De acordo com o responsável pela investigação do caso, o exame realizado pelo Instituto Médico Legal a que ele teve acesso nesta quinta-feira (29) é conclusivo quanto a causa do óbito.

“O laudo foi contundente e conclusivo quanto a suicídio. Ele mostra que a causa da morte foi enforcamento com uma corda sendo o instrumento”, relatou.

Pe Lauro de Deus

Com o laudo e outros indícios apurados, o delegado afirma que o fim do inquérito está próximo e já possui um provável desfecho.

“As investigações dão conta de que realmente se tratou de um suicídio. O laudo cadavérico veio fortalecer ainda mais essa hipótese. Estou aguardando apenas alguns laudos, como o da filmagem do trajeto que o padre fez de Teresina até o local onde ele foi encontrado em Barro Duro. Assim, vou aguardar até o dia 14 de agosto, que é o prazo que me foi dado para concluir e relatar o inquérito”, disse.

No dia 14 de agosto, o padre Lauro de Deus Nogueira Sobrinho, coordenador de comunicação da Arquidiocese de Teresina, foi encontrado morto no Km 85 da BR-316, próximo ao município de Barro Duro, a 83 km da capital.

De acordo com a Polícia Militar, o corpo do religioso estava pendurado em uma árvore e seu carro não apresentava sinais de arrombamento.

Fonte: G1


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO