Jucá fala em ‘licença’, mas será exonerado amanhã no Diário Oficial

Matéria publicada em, 23 de maio de 2016

Apesar de ter afirmado em um primeiro momento que se licenciaria do ministério do Planejamento, Romero Jucá será exonerado amanhã, a pedido, do comando da pasta.

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, que deixa o cargo e retorna nesta terça-feira ao Senado (Foto: Antonio Cruz/ABr)
O ministro do Planejamento, Romero Jucá, que deixa o cargo e retorna nesta terça-feira ao Senado (Foto: Antonio Cruz/ABr)

Hoje, o jornal Folha de S.Paulo publicou trechos de uma conversa de Jucá com o ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado, na qual o peemedebista diz que o impeachment de Dilma é necessário para “estancar a sangria” causada pela operação Lava Jato. A revelação do áudio – gravado semanas antes de a Câmara autorizar o Senado a prosseguir com o pedido de impeachment – tornou a permanência de Jucá na Esplanada insustentável.

Falar em “licença” foi uma forma encontrada por ele e pelo presidente interino de suavizar seu afastamento do posto. Na prática, ele só pode reassumir seu mandato no Senado, como pretende fazer, se for exonerado do ministério.

Fonte: época/globo.com


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO