Portal Revista Opinião

José de Freitas: Supervisão de Ensino Estadual realiza I encontro pedagógico do ano

Matéria publicada em, 6 de fevereiro de 2012

Aconteceu na manhã desta segunda-feira (06/02), no Centro de Treinamento de José de Freitas, o I Encontro Pedagógico da rede estadual de ensino.

A supervisora de ensino, professora Rosilda Felipe, abriu o encontro dando as boas-vindas a todos os participantes e desejando um ano letivo de muito êxito a todas as escolas estaduais na cidade. Rosilda Felipe fez um rápido diagnóstico do ano letivo de 2011, mostrando os resultados positivos obtidos durante o ano e ressaltando a importância de se continuar fazendo uma educação voltada para a qualidade do ensino e da aprendizagem.

Professora Rosilda Felipe e demais docentes compondo a mesa de honra

 

O encontro contou com a participação da professora Leila Costa, gerente da 18ª GRE – Gerência Regional da Educação, que falou das metas da Regional para os 19 municípios que a compõem, do trabalho que está sendo desenvolvido para alcançar melhores números no IDEB nas escolas estaduais, das ações na estrutura física de algumas escolas, da implantação de cursos técnicos profissionalizantes no município de José de Freitas, além de outras ações. Segundo Leila Costa o início das aulas, que estava previsto para o dia 13 de fevereiro, foi adiado para o dia 27 de fevereiro, devido ainda não ter sido concluída a lotação de professores.

Leila Costa afirmou ainda que sabe das cobranças que serão feitas a ela, diante da 18ª GRE, aqui em sua cidade, e sabe que apesar de serem 19 os municípios atendidos pela regional, ela buscará fazer um trabalho eficiente na medida do possível. Falando do compromisso e dedicação para com a educação à frente da GRE, a professora Leila Costa citou o seu exemplo, pois, mesmo tendo que trabalhar os três turnos, sempre cumpre a rigor os seus compromissos. Ainda que tenha que viajar de José de Freitas a Teresina, ela afirma que nunca chega atrasada, e muitas vezes, consegue chegar ao trabalho até mesmo antes de pessoas que moram na capital.

Lotação

A lotação feita até o momento se deu apenas com os professores efetivos, o que não é suficiente pra suprir a necessidade das escolas, apesar de ter escola em José de Freitas que só há um professor efetivo lotado. Entretanto, a demanda por professores será bem menor este ano do que no ano passado, tendo em vista que houve um decréscimo significativo no número de matrículas, diminuindo, portanto, o número de turmas formadas. “No Antonio Freitas, por exemplo, havia no ano passado 12 turmas formadas no noturno, e este ano só foi possível formar 7 turmas”, acrescentou a supervisora Rosilda Felipe.

Participantes do encontro

Palestrante

No encontro, teve ainda a participação especial do professor, mestre Luiz Carlos Carvalho de Oliveira, docente da UESPI, que fez uma palestra abordando os temas “Crise de valores ou valores em crise?” e “Uma visão pós-moderna da pedagogia e do professor”. Luiz Carlos enfatizou que “a educação tem dois paradigmas: a manutenção ou a transformação de valores. Quem faz a manutenção é um povo conservador, e quem faz a transformação é um povo reprodutor e produtor de conhecimento”, sendo este último, o produto essencial da educação.

Rosilda Felipe concluiu o encontro repassando a lotação dos docentes efetivos aos gestores de cada escola presentes, e enumerou a demanda necessária de professores temporários a serem contratados a partir desta semana.

As escolas terão a partir de hoje e até o dia 27 de fevereiro para reunir-se e planejarem suas atividades pedagógicas para o ano letivo de 2012.

O Encontro reuniu os professores efetivos da rede estadual de ensino das cidades de José de Freitas e Lagoa Alegre.

Da Redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO