Denúncia: mansões são construídas em assentamentos no PI

Matéria publicada em, 14 de dezembro de 2011

O Incra no Piauí quer contar com denúncias dos assentados para combater o uso irregular de lotes da reforma agrária. A informação é do superintendente do órgão, Francisco Lima, que ontem à tarde (13) recebeu o deputado João de Deus (PT) e representantes de comunidades rurais de Teresina.

Trabalhadores do assentamento Santana Nossa Esperança reclamaram que há pessoas que construíram verdadeiras mansões com piscinas na área. Lima informou que o Incra irá fiscalizar e, caso comprovada a irregularidade novas famílias, serão chamadas para ocupar os lotes.

O deputado João de Deus disse que vem acompanhando as demandas do assentamento. Na visita que fez ao local na semana passada o parlamentar ouviu dos agricultores o lamento pela demora na liberação de recursos do Incra e por isso pediu audiência com o superintendente.

Francisco Lima pediu um pouco mais de paciência. O superintendente do Incra disse, ainda, que os recursos para os projetos produtivos já estão empenhados e que a liberação acontece tão logo os lotes sejam demarcados pelo órgão, o que deve ocorrer até o fim de dezembro.

Fonte: cidadevede


Revista Opinião