Portal Revista Opinião

Homem que estrangulou e matou a esposa em José de Freitas é preso em Teresina

Matéria publicada em, 25 de março de 2016

Foi preso no final da tarde desta Sexta-Feira Santa, 25 de março de 2016, no Bairro dos Noivos, na Zona Leste de Teresina-PI, o garçom Francisco das Chagas Monteiro, de 37 anos, que na tarde da última quarta-feira (23), matou estrangulada com um cabo de ferro de engomar na cidade de José de Freitas-PI, a sua própria mulher Maria do Carmo Pereira da Rocha, de 35 anos.

Monteiro e sua esposa Maria do Carmo, á qual ele é acusado de ter assassinado dentro de casa no dia 23 de março

Monteiro e sua esposa Maria do Carmo, á qual ele é acusado de ter assassinado dentro de casa no dia 23 de março

Segundo o delegado Hildson Rodrigues Leal, titular da Delegacia de José de Freitas-PI, o garçom Francisco Monteiro estava em uma rua no Bairro dos Noivos, quando foi abordado e preso por policiais do 8º Batalhão da Polícia Militar do Piauí.

Após ser capturado pelos policiais militares, Monteiro foi levado para a Central de Flagrantes de Teresina-PI, onde ele foi autuado em flagrante pelo delegado Hildson Rodrigues Leal. De lá, ele será encaminhado à Casa de Custódia, na Zona Sul da capital piauiense onde ele vai aguardar decisão judicial.

Diligências

De acordo com o delegado Hildson Leal, as diligências para a captura do acusado ocorreram assim que a polícia soube do assassinato da dona de casa Maria do Carmo ocorrido no início da tarde da última quarta-feira (23) em José de Freitas, e só terminaram no final da tarde deste dia 25 de março, quando o acusado Francisco Monteiro foi localizado e preso em Teresina. Como as diligências foram contínuas, Francisco Monteiro foi autuado em flagrante pelo assassinato de sua mulher. Duas equipes da Força Tarefa da Polícia Civil do Piauí haviam sido designadas pela Delegacia Geral da Polícia Civil para ajudar na caçada ao acusado, Francisco das Chagas Monteiro, que acabou sendo localizado e preso por policiais militares, na tarde desta sexta-feira (25).

Foto: Mateus Carvalho

Foto: Mateus Carvalho

Motivação do crime

As investigações do delegado Hildson Rodrigues Leal apuraram que o garçom Francisco das Chagas Monteiro matou Maria do Carmo porque ela não aceitava mais o relacionamento e queria a separação. Segundo consta, por volta das 10 horas da quarta-feira (23), dia em que foi morta, a mulher teria ido até a Delegacia de José de Freitas, onde registrara um Boletim de Ocorrência contra Francisco Monteiro por ameaça de morte. Após registrar o B.O, o delegado Hildson Leal determinara que fosse feita uma medida protetiva e estava em diligência para esclarecer outros crimes em José de Freitas quando tomou conhecimento de que Maria do Carmo havia sido morta pelo companheiro Francisco Monteiro, em sua própria residência na Rua Mata Fria, no Bairro Deus Me Deu.

Da Redação                                                  Fonte: saraivareporter


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO