Portal Revista Opinião

Guarda Municipal terá poder de polícia de acordo com projeto aprovado na câmara

Matéria publicada em, 25 de abril de 2014

GMFoi aprovada na Câmara dos Deputados, no Congresso Nacional, o projeto de lei 1332/2003. O projeto incumbe às guardas municipais, instituições de caráter civil, uniformizadas e armadas conforme previsto em lei, a função de proteção municipal preventiva, ressalvadas as competências da União, dos Estados e do Distrito Federal.

Na prática, o projeto confere às Guardas Municipais o poder de polícia e dá a elas o direito de utilizar armas no combate à violência e ao crime. O projeto cria, ainda, o Conselho Federal das Guardas Civis Municipais, que tem por objetivo exatamente orientar a atuação das GMs em todo o país. As GMs poderão também atuar no trânsito, atendendo legislação específica.

Em relação ao efetivo das GMs, o município de José de Freitas-PI, atualmente, poderia contar com um quadro de até cerca de 150 funcionários. Segundo um dos artigos do projeto aprovado na câmara federal, “as guardas municipais não poderão ter efetivo superior a 0,4% (quatro décimos por cento) da população, em Municípios com até 50.000 (cinquenta mil) habitantes”, sendo este o caso do município de José de Freitas-PI. Atualmente a GM de José de Freitas, criada na gestão do ex-prefeito Pedro Paulo (2001-2004), conta com pouco mais de uma dezena de efetivos, com previsão de concurso público para mais 11 vagas a ocorrer até junho deste ano.

guardas municipais

Ainda de acordo com o projeto, a Guarda Municipal deverá atender a população através do número direto 153, disponibilizado pela Agência Nacional de Telecomunicações – ANATEL. Deverá também estabelecer os órgãos de controle interno, exercido por corregedoria, e controle externo, exercido pela ouvidoria.

Da Redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO