Governo garante piso aos professores somente a partir de maio

Matéria publicada em, 30 de março de 2012

Nenhum professor da rede estadual de ensino receberá menos que o piso de R$ 1.451, já a partir de maio. Essa  garantia está na proposta definida pelo governo do Estado, e que será encaminhada na segunda-feira à Assembléia Legislativa. O pagamento do piso será retroativo a janeiro.

Nesta sexta-feira (30), os secretários estaduais de Educação, Átila Lira, e Administração, Paulo Ivan, divulgaram nota sobre a negociação do Governo do Estado com os professores, que estão em greve desde 27 de fevereiro. Os gestores afirmam que o Governo tem cumprido com o pagamento do piso salarial dos professores e com os acordos que têm como objetivo melhorar a estrutura da Educação no Piauí. Um exemplo é a convocação de 506 novos professores aprovados no último concurso público.

Entre os avanços elencados pelos secretários estão a escolha direta para diretores das unidades, que proporciona uma gestão democrática; a construção, reforma e ampliação de mais de cem escolas, além da qualificação continuada dos profissionais do magistério e da ampliação da educação profissional e de programas como Tempo Integral e Ensino Médio Inovador.

Átila Lira e Paulo Ivan, afirmam que mantêm o diálogo aberto com a categoria e conclamam os professores a voltarem às aulas para que o ano letivo de 2012 finalmente comece e não comprometa o ensino dos alunos e prejudique a população.

Por outro lado, os trabalhadores em educação, representados pelo SINTE, irão se reunir em assembleia na próxima semana para analisar a proposta do governo. Para o Sinte a greve só está acontecendo por falta de vontade do governo em atender o que está previsto em Lei, e pela falta de compromisso para com a educação.

Da Redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO