Portal Revista Opinião

Governo deverá rever edital de concurso da PM que exige dentes e teste de HIV

Matéria publicada em, 22 de outubro de 2013

O secretário estadual de Administração, Paulo Ivan da Silva Santos, já recebeu a recomendação do Ministério Público do Piauí que pede mudanças no edital do concurso da Polícia Militar. Uma reunião entre Sead e PM está marcada para 10h desta quarta-feira (23), mas Paulo Ivan já admite que algumas exigências poderão ser alteradas, outras, não.

O caso mais polêmico e que fez o Ministério Público ser acionado diz respeito ao teste de HIV. Paulo Ivan quer conversar com médicos da PM sobre o tema. “Temos que ver com bastante cuidado. Existe a preocupação da PM porque na atribuição existem situações em que há sangramento dele e de outras pessoas. Além disso, a própria Lei da polícia determina que se o PM tiver HIV é caso de ir para a reserva. Vamos fazer um concurso para o servidor assumir o cargo e se aposentar?” questiona o secretário.

Outros dois pontos que geraram polêmica foi a exigência de pelo menos 20 dentes e ausência de tatuagens. Apesar de não entender o motivo das exigências, Paulo Ivan quer discutir o tema com a PM. “Vamos ver isso com bastante calma, inclusive tentar conversar com o Ministério Público. Mas algumas das reclamações devem ser acatadas. (…) No que for retrocedente, tem que alterar. No que não for, tem que manter”.

Coronel Rebelo e secretário Paulo Ivan vão discutir o assunto

Coronel Rebelo e secretário Paulo Ivan vão discutir o assunto

Um tema que deve passar pela reunião sem problemas, mas para ser mantido, é a exigência de estatura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres. Segundo o secretário, já existe posição do Supremo Tribunal Federal (STF) em outros concursos da área de que tal cobrança é constitucional.

A notificação da recomendação da promotora Leida Diniz foi recebida na Sead nesta terça-feira. Enquanto isso, o Núcleo de Concurso e Promoção de Eventos da Uespi (Nucepi) aguarda uma posição do Governo para alterar ou não o edital. O presidene do Nucepe, Jorge Martins Filho, explica que o órgão elabora o edital de acordo com as exigências da PM.

Da Redação                                                          Fonte: cidadeverde


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO