Portal Revista Opinião

Freitenses entram na onda de protestos no país e organizam manifestação “Acorda JF”

Matéria publicada em, 19 de junho de 2013

O Brasil vive um momento histórico: milhares de pessoas se manifestando publicamente contra  várias situações caóticas por que passa o país nas ruas das principais cidades brasileiras. Os protestos com cartazes e gritos de ordem evidenciam uma rejeição à elite política e aos gestores públicos brasileiros, causada por fatores que vão desde as más condições do transporte público ao modo como grandes eventos estão sendo organizados no país, passando por escândalos políticos como o mensalão, por exemplo.

Os protestos partiram das maiores capitais e ganham força pelo interior do país, atingindo médias e até pequenas cidades, como é o caso de José de Freitas-PI, onde um grupo de jovens utilizando-se da rede social facebook começou a provocar o desejo de se manifestar sobre vários assuntos, também na cidade, principalmente em relação à forma como a empresa de ônibus São Joaquim, que faz a linha de transporte intermunicipal entre a cidade de José de Freitas e a capital do estado do Piauí, Teresina, tem tratado os seus usuários (diariamente mais de mil pessoas viajam entre as duas cidades a trabalho ou a estudo) cobrando passagens exorbitantes e prestando um serviço de má qualidade.

Acorda JF

Além desse, serão abordados na manifestação protestos contra a má prestação de serviços na educação, na saúde e na segurança pública de modo geral e em José de Freitas especificamente. Cerca de 50 pessoas se reuniram na noite desta quarta-feira ao lado do Ginásio Poliesportivo Mestre Eva, no centro da cidade de José de Freitas, para organizar o manifesto.

Após a reunião ficou acertado que o “Acorda JF” (como está sendo chamado o protesto na rede social, inclusive com um grupo composto de mais de 1.500 pessoas) será realizado na manhã da próxima segunda-feira (24 de junho) às 5h30min da manhã em frente ao terminal rodoviário de José de Freitas.

Segundo os organizadores, essa será uma manifestação pacífica a apartidária, sendo vetada qualquer orientação a partidos políticos como também qualquer ato de vandalismo.

Veja algumas postagens sobre o movimento “Acorda JF” na rede social:

1º2º3º

Da Redação


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO