Portal Revista Opinião

Família de cabeleireira acusada de furto esclarece ocorrido dentro de supermercado em José de Freitas

Matéria publicada em, 11 de janeiro de 2019

Por Chagas Silva

Familiares da cabeleira Geane Christina, 25 anos de idade, que foi conduzida na manhã da última quinta-feira, 10, para delegacia de polícia de José de Freitas, por uma guarnição da Guarda Municipal, acusada de furtar alguns produtos no supermercado Carvalho, filial deste município, procurou a redação do portal Revista Opinião, e na oportunidade uma tia da acusada deu sua versão entorno do ocorrido.

Geane Christina afirmou que foi injustiçada por algumas pessoas

De acordo a Senhora Márcia Santos, que reside em São Paulo, sua sobrinha estava fazendo compras no referido supermercado, acompanhada dos filhos menores de idade, e no momento de fazer o pagamento das mercadorias, não percebeu que havia pago somente os produtos que estavam na parte de superior do carinho de supermercado, tudo isso, devido o agonia com as crianças e apressada por conta da viagem de volta para São Paulo, onde ela morou por muito tempo e pretende retornar, tudo isso, gerou um enorme constrangimento para toda família.

Márcia Santos tia da cabeleira Geane Christina

Após efetuar as compras, a cabeleira permaneceu na calçada do estabelecimento comercial totalmente despreocupada, exato momento que foi abordada pelos funcionários da empresa, acusando a cliente de furto, em seguida acionaram a Guarda Municipal, que por sua vez, conduziu a mesma para delegacia de polícia de José de Freitas, juntamente com os produtos e os pertences pessoas, inclusive uma bolsa com uma quantia em dinheiro que daria para pagar todas as mercadorias, alegando que não necessitaria de cometer tal ato e vai provar junto a justiça, sua inocência Finalizou Márcia.

Supermercado Carvalho, onde o fato aconteceu

Ainda segundo os familiares que residem em São Paulo, Geane também toma remédio controlado, para evitar transtornos mentais. O advogado freitense Paulo Campos, está sendo sondado pela família para defender a cabeleireira e provar a inocência da mesma perante a Justiça e a sociedade.

Advogado Dr. Paulo Campos foi sondado pela família para fazer a defesa da cabeleireira

Cabeleireira Geane Christina 


Revista Opinião
ESPORTES
ENTRETENIMENTO